Agora no Cruzeiro, o atacante Sassá marcou o gol do empate com o Fluminense nesta quinta (20) em Edson Passos pelo Brasileirão.

“Tenho mágoa com alguns dirigentes e pessoas que dirigem a equipe, mas com o clube em si nenhuma, até porque deixei bastante amigo lá. Foi mais algo contratual e algumas coisas que tentaram implantar lá”, comentou Sassá na zona mista após o jogo ao ser questionado sobre a conturbada saída do Botafogo.

Apesar dos problemas, Sassá pensa em voltar a General Severiano no futuro. “O Botafogo é minha casa, onde fui revelado e tenho carinho imenso pelo clube, mas há algumas coisas que precisam ser acertadas ainda”, acrescentou.

Artilheiro do Botafogo no Brasileirão de 2016, Sassá marcou 12 gols pelo alvinegro carioca e se destacou na campanha que levou o time à Libertadores. Neste ano, em abril, ainda marcou um gol de bicicleta contra o Resende pelo Campeonato Carioca mas mesmo assim perdeu espaço na equipe com as chegadas de Guilherme e Roger. Durante a temporada o clube alegou problemas de indisciplina como atrasos em treinamentos.

Sassá deixou o Botafogo em junho após troca com Marcos Vinícius. O atacante assinou contrato de três anos com o time celeste e já marcou dois gols neste Brasileirão – ambos contra times cariocas (Flamengo e Fluminense).

Fonte: Torcedores.com