Túlio cobra R$ 1,5 milhão do Botafogo e audiência é em 28/10

Compartilhe:

Com 999 gols na carreira, Túlio já perdoou os humoristas de um programa de tevê que, numa pegadinha por telefone, ofereceram-lhe um contrato. Ao cair no trote e pedir R$ 500 mil, o ídolo do Botafogo bombou na Internet. Já o presidente do Botafogo, Mauricio Assumpção, não tem seu perdão. A primeira audiência do processo de R$ 1,5 milhão que Túlio move contra o Alvinegro pelas falhas no projeto do seu milésimo gol está marcada para 28 de outubro, dia de São Judas Tadeu, padroeiro das causas impossíveis.

Pensou em processar os humoristas que te passaram um trote fingindo que queriam te contratar?

Não quis me desgastar. Não é da minha índole tratar as pessoas mal. Foi um dia de fúria, uma coisa rara. Não é que me pegaram? Se a gente tivesse combinado, não teria saído tão perfeito. Mas não tenho nada contra. É o trabalho deles.

No trote, você pediu R$ 500 mil. É verdade que o Goytacaz desistiu de te contratar por que se assustou com o preço?

Vieram com essa história. Se não querem ter visibilidade com o milésimo gol, o problema é deles. Imagina o retorno que daria para o clube…

Mas, afinal, você quer R$ 500 mil pelo gol?

Falei o que veio na lata. Podia ter dito R$ 1 milhão. O que eu tinha que ganhar com o futebol, já ganhei. Agora, é só fazer o gol e colher os frutos.

Quanto vale o milésimo gol?

Isso é o de menos. Levo em conta o aspecto sentimental. É algo simbólico para a consagração da minha carreira.

Como quer que seja o milésimo gol?

Pelé e Romário já fizeram de pênalti. Prefiro com a bola rolando. De cabeça, voleio ou fora da área. Mas pode ser também de falta. E, se tiver pênalti, é claro que vou bater.

Queria ter feito pelo Botafogo?

Queria. Mas, infelizmente, o presidente (Mauricio Assumpção) deu pra trás. Fiquei triste, mas sou daqueles chateados que, se chamam para fazer as pazes, eu vou.

E você acha que tem vaga nesse time do Botafogo?

Ah, eu não queria ser titular. E era para esse gol ter saído no Campeonato Carioca.

Já rescindiu com o Vilavelhense?

Eles estavam me devendo. Então, fizemos um acordo amigável para a rescisão. Até sexta-feira, estarei livre.



Fonte: Blog da Marluci Martins - Extra Online
Comentários