Os jogadores do Botafogo anunciaram nesta quinta-feira insatisfação grande com os atrasos e resolveram não participar mais de ações de marketing ou dar entrevistas dentro da sala de imprensa, como forma de protesto. São dois meses de salários atrasados e três de direitos de imagem.

O gerente de futebol Anderson Barros reconheceu a situação difícil, disse entender a atitude dos jogadores e espera ação da diretoria para solucionar o problema. A informação foi publicada no Twitter pelos repórteres Thiago Veras (Rádio Tupi) e Camila Carelli (Rádio Globo).

Fonte: Redação FogãoNET, Twitter do Thiago Veras (Rádio Tupi) e Twitter da Camila Carelli (Rádio Globo)