O Botafogo iniciou as buscas por um novo treinador. Após a saída de Alberto Valentim, confirmada depois da goleada sofrida para o Fluminense, no Campeonato Carioca, o comitê de futebol do Alvinegro entende que não pode perder tempo em busca de um nome para assumir o comando da equipe e passou a estudar possíveis alvos nesta segunda-feira.

Banner da loja do FogãoNET para faixa japonesa

Como o Alvinegro não se classificou para as semifinais da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, a equipe terá, no mínimo, um período de nove dias sem jogos para treinar. A diretoria entende que este período pode ser utilizado pelo novo treinador como uma espécie de nova “pré-temporada” – vale ressaltar que Alberto Valentim ficou com o elenco durante 12 dias no hotel-fazenda China Park, antes dos compromissos oficiais no ano.

O Glorioso espera a definição entre Toledo-PR ou Náutico, que se enfrentam na próxima quarta-feira, para descobrir quem será o adversário na segunda fase da Copa do Brasil. A partida ainda não tem data, mas poderá ser marcada para os dias 19 ou 26 de fevereiro, ou até mesmo 4 de março. A Taça Rio, segundo turno do Carioca, inicia no primeiro dia do terceiro mês de 2020. Portanto, a diretoria entende que é preciso chegar a um nome até, pelo menos, o final desta semana. Ao mesmo tempo, os membros do comitê não querem fazer uma decisão precipitada. Em menos de 24 horas desde o anúncio da demissão de Valentim, cerca de 25 nomes chegaram à mesa da diretoria do Botafogo, sendo oferecidos ao comitê de futebol.

O próximo passo será a diretoria, ao lado de Valdir Espinosa, gerente técnico, sentarem e filtrarem os nomes que podem encaixar na realidade do Botafogo. Dois padrões já foram definidos: o Alvinegro não vai ultrapassar o teto de R$ 180 mil por mês de salário ao novo treinador e nem buscará técnicos empregados, já que não existe a possibilidade de negociar possíveis multas rescisórias com os clubes.

Ainda não há um nome preferido entre a diretoria, que estipula um prazo de um a dois dias para escolherem um perfil que será buscado. Até lá, Bruno Lazaroni, auxiliar-técnico permanente do clube, comandará os treinos do time profissional no Estádio Nilton Santos.

Fonte: Terra