A condição física do Botafogo virou a grande vilã pela má fase do clube nos últimos jogos. E o principal crítico foi o técnico Vagner Mancini, que escancarou suas preocupações durante algumas entrevistas coletivas. Porém, o enredo sofreu uma reviravolta na última quarta-feira, quando o Alvinegro venceu o Palmeiras por 2 a 0, em Presidente Prudente.

Mesmo atuando fora de casa, o Botafogo soube suportar a pressão do Palmeiras e conseguiu os decisivos gols no segundo tempo, quando normalmente está cansado. Quando Bolatti abriu o placar, existia o temor de que o Alvinegro cansaria novamente, mas não foi o que ocorreu. Pelo contrário. O time ainda arrancou fôlego para fazer o segundo, com Zeballos.

E Vagner Mancini foi justo. Se criticou quando viu a falta de pernas em campo, ele, por outro lado, elogiou a entrega de seus comandados diante do Palmeiras. Segundo o treinador, o Botafogo soube se portar diante das necessidades e conquistar os três pontos com muita raça e disposição.

“O Botafogo foi consistente e fez por merecer o resultado. Não tenha duvida que foi importante vencer, ainda mais fora de casa. Tenho que dizer ao time o que foi o jogo. Foram além do que podiam fisicamente, se doaram muito e a vitória veio no momento em que precisávamos demais”, disse Mancini.

Enquanto o Botafogo exalta a disposição dentro de campo, o Palmeiras reclama da maratona que teve que enfrentar para deixar Chapecó, em Santa Catarina, onde jogou no fim de semana. O Alviverde até tentou adiar a partida já que não conseguia deixar a cidade, mas a CBF negou.

Após o jogo, os atletas do Palmeiras culparam a logística pela derrota para o Botafogo. “O time sentiu a perna, mas vamos descansar aí que tem outra guerra no domingo”, disse Diogo à CBN. “Foi nítida a queda de rendimento no segundo tempo”, afirmou o atacante alviverde.

Com o resultado, o Botafogo conseguiu sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro. Com 8 pontos, o Alvinegro pulou para a 12ª posição e aguarda o fim da rodada para comemorar a saída da zona de rebaixamento. O time de General Severiano volta a campo neste domingo, quando medirá forças com o Corinthians, no Itaquerão.

Fonte: UOL