Blog: ‘Numerosa, comissão técnica do Botafogo faz a diferença’

Compartilhe:

As declarações de Osvaldo de Oliveira após a vitória sobre o Criciúma, em Santa Catarina, deram uma pista sobre a razão do sucesso do Botafogo.

Mas, aposto, passou despercebido do grande público.

Simplesmente porque foi ignorada também pela imprensa esportiva.

Soou como lugar comum a simplicidade do treinador ao atribuir parte do bom momento do time à numerosa equipe (42 profissionais) que trabalha no departamento de futebol.

Mal sabemos do quanto foi honesto o Osvaldo.

O clube vem fazendo desde o início de 2012 mais um trabalho de altíssimo nível na preparação física dos atletas, que não se resume a exercícios, descanso e ingestão de suplementos vitamínicos.

O fisiologista Altamiro Botino, dos mais conceituados, que já fez o Botafogo de Cuca em 2007 ser considerado um enigma de difícil decodificação, volta a aprontar incluindo no grupo a figura do “termografista” _ profissional que complementa a preparação física através do estudo da temperatura do corpo.

David Mahamud, mestre em ciências da atividade física e do esporte pela Universidade Politécnica de Madrid, cumpre etapa importante da fisiologia, produzindo mapas que auxiliam no aumento da temperatura corporal, na preparação dos sistemas pulmonar e cardiovascular.

Talvez não seja à toa o fato de o time ter sobrado na conquista do Estadual deste ano, passando por cima dos principais rivais.

Como parece não ser à toa a excelente campanha no Brasileiro, ignorando desfalques importantes e revelando boas opções.

Osvaldo repete a estratégia do Vanderlei Luxemburgo dos bons tempos, que reunia os melhores profissionais em sua comissão _ e ele, Osvaldo, era um deles.

Não sei se o Botafogo tem exatamente os melhores, mas sua comissão hoje faz a diferença…



Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online
Comentários