Os jogadores do Náutico vieram a público nesta quinta-feira para cobrar a diretoria do clube. Eles reclamam de salários atrasados e ameaçam não ir a campo no domingo, no jogo contra o Vasco, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O Bom Senso FC, movimento formado por jogadores que reivindicam melhorias no futebol brasileiro, se solidarizou com a causa dos atletas do Náutico e, em nota, avisou que caso haja alguma retaliação aos alvirrubros, o Campeonato Brasileiro será paralisado.

A hipótese de greve levantada pelos jogadores do Náutico teve como porta-voz o meia Martinez, que falou acompanhado dos companheiros na tarde desta quinta-feira, no Recife. Mais tarde, o presidente do Timbu, Paulo Wanderley, respondeu à reivindicação com uma ameaça:

 – Eu estou desafiando Martinez a fazer greve. Toda ação gera uma reação. Se fizer greve, que arque com as consequências – disse o mandatário alvirrubro.

As palavras do presidente geraram a reação imediata do Bom Senso FC. Eis a íntegra da nota divulgada pelo movimento dos jogadores:

“Nesta quinta-feira o Bom Senso FC tomou conhecimento dos problemas que os atletas do Clube Náutico Capibaribe estão enfrentando, em relação a atrasos de salários”.

“Os jogadores estão cobrando o justo e o que é devido pelo clube. Sabendo da repercussão interna e das ameaças públicas sofridas pelos profissionais, o Bom Senso FC declara que caso exista alguma tentativa de retaliação aos atletas e o não pagamento da dívida, o Campeonato Brasileiro da Série A será paralisado IMEDIATAMENTE. Aguardamos soluções urgentes”.

“Bom Senso Futebol Clube

Por um futebol melhor
para quem joga,
para quem torce,
para quem apita,
para quem transmite,
para quem patrocina.

Por um futebol melhor para todos”.

Fonte: Globoesporte.com