O Botafogo vive momento decisivo e delicado na temporada. Ao mesmo tempo que os jogadores fizeram uma série de protestos contra os salários atrasados, o time pode confirmar com uma rodada de antecedência a classificação para as oitavas de final e a liderança do grupo 2. Para isso basta vencer a Unión Española, nesta quarta-feira, às 19h45, no Maracanã.

Porém, a partida não foi o principal assunto da semana e teve atenção dividida com a crise financeira vivida pelo Botafogo na temporada. Os frequentes atrasos salariais irritaram os jogadores, que realizaram protestos antes dos treinamentos de sábado, segunda e terça-feira, além de cancelarem o de domingo.

Muitas perguntas sobre o foco dos atletas para a decisiva partida foram feitas e todas receberam a mesma resposta. Os protestos serviram apenas para passar uma mensagem para a diretoria e grande público, mas que o desempenho nos treinamentos foi na mesma intensidade de ao longo da temporada.

Apesar do momento conturbado, todos no Botafogo estão focados em vencer os chilenos e assegurar a vaga antecipadamente. Isso garantiria um jogo sem muitas responsabilidade contra o San Lorenzo-ARG, em Buenos Aires, na última rodada da fase de grupos. E é justamente isso que espera o técnico Eduardo Hungaro.

“Chegamos em uma situação muito boa para decidir a classificação nesses últimos jogos. Fruto do trabalho realizado pelos atletas nos jogos anteriores. É importante vencer e definir a classificação. Tem fator casa que pesa muito. A motivação é grande para conseguir três pontos, vitorias e classificação. Unión Española é um grande adversário, equipe invicta na chave e que tivemos dificuldades na casa deles. Será jogo de grande resiliência e precisamos de paciência para conseguir o objetivo”, disse o treinador.

Para a partida desta quarta-feira, o Botafogo não poderá contar com Edílson, Gabriel e Tanque Ferreyra. O técnico Eduardo Hungaro não fez mistério e já definiu os substitutos. Lucas entra na lateral direita, enquanto que Bolatti assume o meio de campo. Henrique foi o escolhido para a missão de fazer os gols do Alvinegro.

Unión Española terá ‘reforços’ contra Botafogo

A Unión Española terá o retorno de jogadores importantes para a partida desta quarta contra o Botafogo. Mario Larenas, Diego Scotti, Gonzalo Villagra e Gustavo Canales, que não enfrentaram o alvinegro no duelo de ida, quando as equipes empataram por 1 a 1, em Santiago, estão à disposição do técnico José Sierra.

BOTAFOGO X UNIÓN ESPAÑOLA-CHI

Data/hora: 02/04/2014, às 19h45 (de Brasília)
Local: Estádio jornalista Mário Filho (Maracanã), no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Daniel Fedorczuk-URU
Assistentes: Mauricio Espinosa-URU e Nicolas Taran-URU

BOTAFOGO
Jefferson; Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Bolatti, Jorge Wagner, Lodeiro e Wallyson; Henrique
Técnico: Eduardo Hungaro

UNIÓN ESPÑOLA-CHI
Sánchez; Currimilla, Ampuero, Navarete e Berardo; Pavez, Chávez e Faravelli; Jaime, Toro e Canales
Técnico: José Sierra

Fonte: UOL