O Conselho Deliberativo e os sócios do Botafogo aprovaram a continuidade do projeto para a mudança de gestão. Na última sexta-feira, os associados, em Assembleia Geral Extraordinária realizada em General Severiano, referendaram a decisão do CD, que havia aprovado a Botafogo S/A por unanimidade, com cerca de 98% de votos positivos.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo

O Alvinegro, portanto, está autorizado por todos os órgãos do clube para continuar o projeto de clube-empresa. Internamente, todos os passos que poderiam ser dados já foram dados. Agora, a fase para a mudança para a Botafogo S/A será feito com os possíveis investidores.

A próxima fase do clube-empresa é intensificar as conversas com fundos de investimento e empresas que possuem interesse em aplicar dinheiro no clube-empresa em 2020. Durante as negociações, as companhias não tinham garantias de que a Botafogo S/A aconteceria porque ainda não havia aprovação do Conselho Deliberativo e dos sócios-proprietários e Beneméritos. Isto ficou no passado.O Botafogo, que possui conversas adiantadas com alguns fundos de investimento, deve entrar na fase final de negociações com estas empresas. A fase de realmente envolver dinheiro vai começar a partir de agora. Vale ressaltar que nenhuma mudança no Estatuto do Alvinegro foi necessária para realizar os passos que foram dados até aqui.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo

O comitê de transição entrará na fase decisiva para a separação do departamento de futebol do núcleo social do Botafogo. Ainda não há nenhum tipo de contrato fechado, mas o grupo fechará, definitivamente, as exigências – tempo mínimo para uma empresa participar do projeto, por exemplo – de investimento nos próximos dias.

Se a Botafogo S/A der certo, o clube-empresa assumirá o Departamento de Futebol Amador e Profissional, com reestruturação da dívida e cessão de contratos, cotas de participação, direitos de participação nas competições, patrocínios, uso do Estádio Nilton Santos e do Centro de Treinamento, cessão dos contratos de jogadores e demais profissionais do futebol.

Fonte: Terra