Capitães de Fla e Bota voltam ao Maraca e lamentam elitização

Compartilhe:

 Após pouco mais de três anos, Flamengo e Botafogo voltam a se enfrentar no Maracanã. E na partida que marca o retorno dos dois clubes ao maior e mais tradicional palco do futebol carioca, neste domingo, apenas dois jogadores que estavam em campo no último duelo (vitória do time da Gávea por 1 a 0) marcarão presença em campo. Os capitães Léo Moura e Jefferson comandarão o rubro-negro e o time de General Severiano, respectivamente, na partida que promete ser especial. Pelo menos para os dois remanescentes do estádio.

E mesmo com inúmeras boas lembranças dos veteranos que já levantaram algumas taças no Maracanã, algumas ressalvas são motivos de lamentação. Ansiosos para o reencontro com a nova Arena, os jogadores se queixaram da elitização do público por conta do alto preço dos ingressos – o mais barato custa R$ 100 (meia entrada a R$ 50).

“Está todo mundo muito feliz por voltar ao Maraca, mas está ficando difícil para o amante do futebol carioca acompanhar isso de perto. Infelizmente, os preços estão complicados. É difícil para uma família inteira ir ao estádio como sempre gostou. Estão deixando uma parte do povo que sempre frequentou de lado. É uma pena”, lamentou Léo Moura.

“As coisas eram totalmente diferentes antes das obras, antes desta nova realidade dos preços. Tínhamos a magia da arquibancada, do cimento. Infelizmente, agora vamos criar um novo filme de um novo Maracanã. Cabe a nós e aos torcedores nos adaptarmos”, comentou o lateral do Flamengo.

Apesar das preocupações fora de campo e com o público, o goleiro botafoguense Jefferson volta ao Maracanã lembrando com carinho do palco que marcou o início de sua ascensão na carreira.

“A final do Campeonato Carioca naquele ano de fechamento do Maracanã mudou minha história no Botafogo. Cheguei em 2009, sabia da pressão que era enfrentar o Flamengo numa final. O Botafogo já havia perdido três anos consecutivos. Saía na rua antes da partida e os torcedores pediam ‘pelo amor de Deus, não pode ser mais um ano’. Graças a Deus pudemos vencer aquele Carioca e eu peguei o pênalti daquele que era um dos melhores jogadores da época, o Adriano”.

O retorno neste domingo será o primeiro com a camisa do Botafogo e em uma partida entre clubes. Mas Jefferson já conhece parte do novo maracanã. Ainda assim, ele disse que o jogo deste fim de semana será diferente, principalmente por poder atuar no campo.

“A expectativa de muitos jogadores é de saber como está o novo Maracanã. Eu pude estar lá na Copa das Confederações, conheci as áreas internas, os vestiários. Mas agora poderei jogar, será diferente. Poderei voltar a atuar no Maracanã, com o apoio da torcida do Botafogo”, salientou o goleiro, que ficou apenas no banco de reservas pela seleção brasileira na campanha do título das Confederações.

E mesmo com todos os problemas de elitização, mais de 32 mil torcedores já haviam comprado ingressos para o clássico do próximo domingo até a noite da última sexta. A expectativa dos clubes é que mais de 55 mil pessoas acompanhem o jogo deste fim de semana que marca o retorno de Flamengo, Botafogo e, claro, dos veteranos Jefferson e Léo Moura.

Relembre as escalações do último confronto entre os times no Maracanã:

Flamengo
Marcelo Lomba; Léo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Rômulo, Willians, Kleberson e Petkovic; Diego Maurício (Paulo Sergio) e Vinícius Pacheco (Camacho)
Técnico: Rogério Lourenço

Botafogo
Jefferson; Antônio Carlos, Fahel e Fábio Ferreira; Alessandro, Leandro Guerreiro, Sandro Silva (Edno), Lucio Flavio (Renato Cajá) e Marcelo Cordeiro; Caio (Jobson) e Herrera
Técnico: Joel Santana

Fonte: UOL

Comentários