Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Chefe da arbitragem defende Ana Paula Oliveira e diz: ‘Jogo ruim não forma juiz’

0 comentários

Compartilhe

O presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, Sérgio Corrêa, defende a tese de que as reclamações contra os árbitros são raras quando o futebol é bem jogado. Para ele, os juízes estão no nível do futebol no Brasil.

O senhor está satisfeito com a arbitragem brasileira?

Em alguns momentos, a gente não fica satisfeito. Mas, faltando 16 rodadas para o fim, a ficha caiu para as sete equipes da base, ameaçadas pelo rebaixamento, que têm que vencer seus jogos em casa. Isso eleva a pressão.

Por que os árbitros erram?

Uns dez árbitros pararam este ano. Lançamos jovens que não têm nome. As equipes transferem para eles seus equívocos.

Mas os clubes, sem ter nada a ver com isso, não têm o direito de contestar?

Sim, mas até os mais antigos têm problema… Estão tendo dificuldade para acompanhar a evolução física do futebol. Além disso, a orientação da Fifa em relação à mão na bola é interpretativa e, assim, dá a impressão de que as coisas estão ruins, erradas.

O bandeira Elan Vieira, que falhou no jogo Fla x Corinthians, será afastado?

Ele foi para a Escola Nacional de Arbitragem e vai ficar fora até cumprir seu treinamento.

Sandro Meira Ricci, nosso árbitro na Copa, está em queda?

O processo de preparação para a Copa é desgastante. São muitas viagens. Na minha opinião, ele está esgotado. Conversamos durante a Copa, quando ele já pedia um espaçamento nas escalas. Ele vai descansar um pouco.

O descanso não tem a ver com as críticas após o jogo Flamengo x Corinthians?

Ele pediu para descansar, e demos uma dispensa até outubro. Voltou da Copa com esgotamento e caiu de produção. Mas alguns árbitros experientes, que estavam parados, estão voltando.

Quais?

O Wilton Pereira Sampaio, que foi suspenso depois daquele jogo Grêmio x Santos, do racismo, e o Heber Roberto Lopes, que passou no teste físico na última terça-feira.

A pena do Wilton não era de 90 dias?

Falta cumprir 75 dias. Ele conseguiu efeito suspensivo. Apitará Criciúma x Botafogo.

O Emerson Sheik disse que a CBF é uma vergonha. O senhor se sentiu atingido?

Ele tem que explicar o que quis dizer com isso. Isso é jogar para a torcida. Desde o episódio do selinho, ele tem dado declarações polêmicas. Ele foi expulso merecidamente. Agrediu um companheiro de profissão.

O senhor acha que a Ana Paula Oliveira, contestada quando era bandeirinha, é uma pessoa indicada para ser diretora-secretária da Escola Nacional de Arbitragem?

Ela cometeu um erro numa partida. Não tem o direito de errar? Isso foi em 2007. E os outros árbitros que erraram também, vão pagar que pena? Isso é preconceito.

O presidente Marin disse que não está satisfeito com a arbitragem. Nossa arbitragem está no nível da internacional?

A arbitragem acompanha o nível do futebol brasileiro.

O senhor está dizendo que o futebol brasileiro é ruim?

Não tenho competência para analisar a parte técnica. Mas a arbitragem acompanha a qualidade técnica. Grandes jogos, grandes árbitros. Em jogos ruins, você não forma árbitros. O policiamento de uma cidade do interior pode ser bom, mas a polícia da cidade grande vai ser mais bem preparada. Quando o futebol é bem jogado, as reclamações quase não existem.

Comentários