Tudo indica que, com o atual elenco, mesmo já contando com os anunciados reforços, o Botafogo não vai longe nas principais competições. Com a saída de Seedorf e de Rafael Marques, a diretoria poderia ousar mais e trazer um nome de impacto, de preferência no ataque. No momento, a única tênue esperança é Forlán. O Botafogo precisa continuar focando na sua grandeza e subir mais um degrau na escada de sua evolução porque, se marcar passo, pode cair feio.

Fonte: Coluna do Márcio Guedes - O Dia Online