A delegação do Botafogo desembarcou às 20h deste sábado em Curitiba em clima de tranquilidade, sem a presença de grupos de torcedores alvinegros ou rivais. O assédio maior aconteceu ainda no Rio de Janeiro, quando alguns atletas tiraram fotos com botafoguenses. Seedorf, por exemplo, atendeu também a um fã com camisa do Flamengo.

Por causa da situação complicada do Coritiba, que luta contra o rebaixamento, o Botafogo está mais cauteloso nesta viagem, e levou uma quantidade de seguranças maior do que o de costume. Ninguém quer ver repetir o que aconteceu em 2009, quando o Coxa foi rebaixado e a torcida invadiu o gramado do Couto Pereira. Houve cenas de brutalidade e muitos feridos.

O atacante Elias, única dúvida do time para este domingo, viajou com a delegação. Ele não treinou a maior parte da semana por causa de dores musculares. Quinto colocado no Brasileiro com 58 pontos, o Botafogo voltará ao G-4 se vencer o Coritiba, já que Grêmio, o terceiro, e o Goiás, o quarto, se enfrentam.

Fonte: Globoesporte.com