Em lance inusitado aos 29 minutos do segundo tempo causou reações diferentes na derrota do Botafogo por 1 a 0 para o Bahia no estádio Nilton Santos. A chuteira direita do volante Rodrigo Lindoso saiu do seu pé e o jogador colocou a bola para a linha lateral para tentar calçá-la novamente. A situação irritou os torcedores, que exigiam pressa, e as vaias não foram bem digeridas pelo atleta, que depois se desculpou e se explicou.

“Vou evitar polêmica. Quando o pessoal começou a vaiar, fiz o sinal para eles continuarem. Peço até desculpa. O torcedor tem direito de falar, mas eles também têm que ser compreensivos. Como vou jogar sem uma chuteira? Isso não existe. Não poderia seguir, nem ficar amarrando a chuteira”, disse ao Sportv o volante, que se enrolou bastante para calçá-la novamente.

Além de Lindoso, foram vaiados o lateral direito Marcinho e o goleiro Saulo. Gritos de “time sem vergonha” também foram entoados pelos alvinegros.

O Tricolor chegou aos 37 pontos e está momentaneamente na décima colocação. Já o Alvinegro estacionou nos 35 pontos e pode ficar próximo da zona da degola ao final da 30ª rodada.

Faltando agora oito partidas para o término da competição, o Botafogo visita o Atlético-PR, no próximo sábado (27), na Arena da Baixada, enquanto que o Bahia enfrenta o Corinthians, na mesma data, em São Paulo. Antes, porém, os baianos também enfrentam os paranaenses, mas pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, na quarta-feira.

Fonte: UOL