O Botafogo conta no seu elenco atualmente com três jogadores emprestados pelo Corinthians: o zagueiro Yago, o lateral-esquerdo Moisés e o volante Jean. O último deles foi o único liberado para atuar no duelo entre as duas equipes no último domingo (4 de novembro), mesmo sem o pagamento da multa acordada em contrato.

Andrés Sanchez, presidente do Timão, foi questionado por dois grupos de oposição por que tomou essa decisão. Um deles, inclusive, dizia que a liberação foi pedida por Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara e botafoguense, ao mandatário corintiano, deputado federal pelo PT.

Em nota, Andrés revelou que aceitou liberar o volante – e negou os outros dois atletas – pelo interesse em um atleta do time carioca. Apesar de não revelar qual é o jogador, o site Uol afirma que o nome é o do jovem volante Caio Alexandre, das Seleções de base. Confira abaixo a declaração do presidente:

A Diretoria do Botafogo de Futebol e Regatas entrou em contato com a Diretoria do SCCP solicitando liberação para que os três atletas atualmente emprestado por nosso Clube pudessem disputar a partida realizada no último dia 04/11/18.

Como estamos em negociações para a contratação de um atleta do clube carioca, aceitamos liberar o atleta Jean para disputar a partida em questão, sendo a multa contratual estabelecida em favor do Corinthians utilizada para facilitar a contratação por nós pretendida.

Fonte: Fox Sports