Cuca se desculpa com Mário Sérgio por polêmica em 2007

Compartilhe:

Campeão da Copa Libertadores com o Atlético-MG nesta quarta-feira, o técnico Cuca se desculpou publicamente com Mário Sérgio por causa de uma polêmica ocorrida em 2007, quando os dois comandaram o Botafogo. Após a eliminação traumática para o River Plate na Copa Sul-Americana, Cuca saiu do Botafogo e Mário Sérgio assumiu. Porém, após três derrotas em oito dias, Mário Sérgio deixou o clube e Cuca voltou.

Na ocasião, Mário Sérgio reclamou da postura de Cuca. Em entrevista ao vivo ao Fox Sports, Cuca se desculpou publicamente ao hoje comentarista da emissora.

– Fiquei dois anos anos e meio no Botafogo, você entrou no meu lugar, dei entrevista de página inteira… Se eu sair de um clube hoje não falo mais nada por esse clube, naquela vez talvez tenha atraplhado seu trabaho, te peço desculpas. Às vezes faço mais com emoção do que com a razão, e acho que hoje você é um baita comentarista – afirmou Cuca.

Mário Sérgio deu declarações à época em que reclamou da postura de Cuca, afirmando inclusive que não era amigo do hoje técnico do Atlético-MG e que não pretendia ser.

– Estranhei o comportamento dele. Quando você pede demissão de um clube, você sai do ar, não fica falando, dizendo que os jogadores são inesquecíveis. Todo dia ele dava uma declaração para a imprensa. Se você pede demissão e declara amor pelo clube, faz com que o torcedor, que é emocional, canalize uma antipatia ao novo treinador. Nunca tive amizade com ele [Cuca] e não tem porque ter agora. Falo com meus amigos, e não tenho nenhum tipo de relacionamento com ele. Não tem porque ele entrar em contato comigo. Tenho princípio e dignidade de não cometer esse erro – disse Mário Sérgio à Rádio Jovem Pan, em outubro de 2007.



Fonte: Redação FogãoNET
Comentários