Um dirigente do Botafogo que preferiu não se identificar acusou o Vasco da Gama de ter atravessado a negociação com o atacante Andrés Ríos, do Defensa y Justicia. A informação foi divulgada pela Rádio Brasil.

O argentino era esperado na manhã desta segunda-feira no Rio de Janeiro para realizar exames médicos e fechar por um ano com o Glorioso. No entanto, ele não embarcou em Buenos Aires. À tarde, o presidente vascaíno Eurico Miranda anunciou o acordo.

Segundo o “UOL”, foi uma manobra do empresário Martin Guastadisegno. Ele não gostou de não ter sido comunicado do negócio com o Botafogo, agiu rapidamente e fechou com o Vasco por um valor maior. O Glorioso negociou com Ríos por outros empresários, Jorge Dinatali e Nicolas Puppo.

Fonte: Rádio Brasil e UOL