Flamenguistas aderem a protesto alvinegro para o clássico

Compartilhe:

O protesto criado pelos botafoguenses contra o alto valor dos ingressos para o clássico de domingo pelo Brasileirão ecoou no rival. Flamenguistas resolveram aderir e criaram a “Aristocracia Flamenga”, nos mesmos moldes dos “aristocratas” alvinegros, e também irão de traje de gala, com terno, gravata e cartola, para o Maracanã, no jogo válido pela 9ª rodada da competição.

– Estou acostumado a vir de chinelo, bermuda, bem à vontade para o Maracanã. A ideia é justamente ridicularizar o preço dos ingressos – afirmou Renato Martins.

Os valores de 100 a 400 reais para assistir ao clássico entre Flamengo e Botafogo foi criticado durante a semana pelos torcedores. O mais barato tem o mesmo preço do ingresso para a final da Libertadores, entre Atlético-MG e Olimpia, no Mineirão, enquanto o mais caro sai 100 reais a menos.

– É um absurdo porque exclui a parcela do Maracanã que construiu a fama do Maracanã. Se hoje o Maracanã é um patrimônio cultural da cidade, não é porque é bonito ou grande, é porque sempre foi democrático – disse Eduardo Tomazine.

A expectativa dos torcedores é a de sensibilizar os dirigentes para os próximos jogos. Uma das ideias do protesto é a de levar uma mesa, notas de brincadeira de 50 e 100 reais, com pessoas comendo torrada e bebendo chá.

– O estádio pode ser padrão Fifa, mas o público ainda é América Latina, é Brasil, não é Europa, não é classe média alemã. Que revejam isso e caiam em si para baixar o preço do ingresso – concluiu Luiz Felipe Tomaz.

Mesmo com o alto preço das entradas, até a última sexta-feira, 32 mil ingressos foram vendidos para o clássico, que acontece domingo, às 18h30, no Maracanã.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários