Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Fórum da Ferj: Cariocão é um sucesso de público e jogo 22h não é problema

0 comentários

Compartilhe

A Ferj (Federação de Futebol do Estado Rio de Janeiro) organizou nesta quinta o 1º Fórum de Debates do Futebol Carioca, que pretende discutir os rumos do futebol no Estado, e consequentemente, do Campeonato Estadual. No primeiro encontro o tema foi “Estudo sobre horários das partidas”. Uma pesquisa de opinião encomendada pela entidade, realizada pela LabPop Content, foi apresentada e concluiu que o Campeonato Carioca é um sucesso de público e que o horário de 22h para realização das partidas não é um problema grave que afasta o torcedor.

“Alguns ajustes precisam ser feitos para melhorar o campeonato, mas a conclusão é que a torcida adora o Campeonato Carioca, seja indo ao estádio ou assistindo os jogos em casa”, conclui Henrique Serra, analista de pesquisas da LabPop Content, fez a pesquisa de opinião sobre o Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, encomendada pela Federação.

Henrique crê que os dados mostram que o torneio é um sucesso de público, já que o número de pessoas que assistem pela televisão é enorme. “A conclusão é que o Carioca é um produto bom para quem vai e quem não vai no estádio. Existe uma parcela de torcedores que vê os jogos no estádio, e a outra, que se interessa e assiste pela TV, é enorme”, justificou na palestra apresentada no Fórum.

Na última edição do campeonato, em 2014, o Carioca teve média de 2.828 pessoas por partida. Um ano antes, média ainda menor, 2.422 pagantes, menos público do que as Séries B e C do Brasileirão, e do que outros oito estaduais.

A pesquisa ainda estudou os motivos que afastam os torcedores do estádio e concluiu que o fato de alguns jogos acontecerem às 22h não são, isoladamente, um problema que afeta o público nos estádios e nem é um dos primeiros problemas apontados pelos torcedores. O levantamento aponta que a violência nos estádios é o fator que mais afasta o público, e que o horário das partidas é apenas “uma variável do produto”, sendo a qualidade do espetáculo um fator determinante no cenário.

Palestra de consultoria discorda

A palestra seguinte apresentada no fórum mostrou números que foram contra a pesquisa encomendada pela Ferj. Segundo Fernando Ferreira, da Pluri Consultoria, o importante não é saber qual é o problema principal que faz o torcedor não ir, e sim combater todos eles. Ainda segundo o consultor, os números não são conclusivos, mas mostram que o horário de 22h é prejudicial.

“Os times grandes tiveram média de cerca de 7.400 pessoas no campeonato todos (de 2014). Foram seis jogos neste horário, todos com times grandes, e a média foi bem mais baixa, cerca de 2400 por jogo”, afirmou.

Comentários