O Corinthians tem três jogadores emprestados ao Botafogo: o zagueiro Yago, o lateral-esquerdo Moisés e o volante Jean. Desses, somente o último foi liberado para entrar em campo no jogo entre as equipes no domingo, no estádio do Engenhão, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O motivo da autorização de ao menos um atleta teria sido por causa de um pedido do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que é botafoguense. De acordo com informações do jornal Correio Braziliense, o político teria entrado em contato com o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, que é deputado federal pelo PT-SP.

Um membro da diretoria do Botafogo teria ligado para Maia e reclamado que o técnico Zé Ricardo não poderia escalar esses jogadores do Corinthians por causa de uma cláusula contratual. O presidente da Câmara, ainda segundo o jornal, teria telefonado para o mandatário do Corinthians e feito o pedido. Andrés disse que autorizaria apenas um.

Na partida deste domingo, Yago e Moisés não foram relacionados e Jean começou entre os titulares. O volante, no entanto, atuou apenas no primeiro tempo. No início da etapa final, ele se machucou e deu lugar a Matheus Fernandes.

Com Jean em campo, o Botafogo marcou o gol da vitória por 1 a 0, aos 27 minutos. Após cobrança de escanteio pelo lado esquerdo, Ralf desviou contra. O árbitro assinalou o gol para o jogador Rodrigo Lindoso. O resultado ajudou o time carioca se afastar da zona de rebaixamento.

A reportagem do Estado tentou contato com Andrés Sanchez e outros membros da diretoria do Corinthians para comentar o assunto. Também tentou falar com o presidente da Câmara, mas ninguém retornou o contato até o fim da noite de domingo.

Fonte: Estadão e Correio Braziliense