Lédio: ‘Botafogo não fica choramingando, acha soluções’

Compartilhe:

Apesar de ser provocado pelos rivais por causa do choro de seus jogadores em uma coletiva de imprensa em 2008, o Botafogo atual tem outra forma de lidar com as adversidades. A opinião é do comentarista Lédio Carmona. Para o jornalista, esta equipe do alvinegro não reclama de seus problemas e o principal responsável por esta atitude é o técnico Oswaldo de Oliveira.

– O Oswaldo, quando tem um problema, acha uma solução. Ele não fica reclamando da vida, do azar, como a hiena Hardy, do desenho animado. O Botafogo perdeu o Fellype Gabriel, ele escalou o Andrezinho. Saiu o Andrezinho, entrou o Vitinho. Perdeu o Vitinho, apareceu o Hyuri. Agora, o Elias começa a fazer gol, já tem sete. O Botafogo sempre acha soluções, não fica “choramingando”. Isso é responsabilidade do treinador: essa energia no campo vem do vestiário – afirmou o comentarista, no “Troca de Passes”.

Para Lédio Carmona, o Botafogo segue conseguindo resultados inesperados no Brasileirão. Um deles foi a vitória sobre o Santos, neste domingo, por 2 a 1, na Vila Belmiro.

– Você acha que o Botafogo vai tropeçar, não vai resistir, e o Botafogo vai lá e ganha. Era um jogo difícil, contra o Santos, na Vila Belmiro. O Santos precisava se recuperar. Mas o Botafogo foi lá e ganhou.

Oswaldo Oliveira Santos e Botafogo (Foto: Lucas Baptista / Agência estado)
Oswaldo Oliveira não reclama de seus problemas, afirma Lédio Carmona (Foto: Lucas Baptista/Agência Estado)

O comentarista Roger Flores elogiou o trabalho do preparador físico Ricardo Henriques, do Botafogo, e ainda destacou como a equipe consegue se reerguer, mesmo com as saídas de jogadores. O ex-meia citou as chegadas dos atacantes Elias e Hyuri, que se destacaram no Carioca com as camisas de Resende e Audax.

– É impressionante como o Botafogo se reinventa, com tantas trocas de jogadores. O elenco é recheado de meninos e de jogadores que se destacaram no Estadual. Dificilmente, esses jogadores se entrosam rapidamente, não encaram a camisa de um grande time com personalidade. O Elias faz gols de tudo que é jeito. O Hyuri faz golaços e é decisivo. O Edílson era a terceira opção para a lateral direita e está jogando bem.

Na próxima quarta-feira, o Botafogo tem um duelo decisivo: enfrenta o líder do Brasileiro, o Cruzeiro, no Mineirão. Com 42 pontos, o Alvinegro está a quatro da Raposa.



Fonte: Sportv.com
Comentários