Após a vitória no clássico contra o Vasco, fora, o Botafogo já mira as atenções para o duelo diante do Ceará, a ser realizado nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Nilton Santos. E o capitão Rodrigo Lindoso pregou respeito ao adversário, que vem de péssima fase e ainda não venceu na competição.

– Vai ser super difícil, contra uma equipe que está na zona do rebaixamento, com apenas três pontos. Estamos vindo deu uma vitória, o que dá uma moral a mais, mas precisamos de pés no chão e uma boa atuação. É um jogo que pode nos fazer dar um bom salto na tabela. Esperamos mesmo que possamos vencer – comentou Lindoso, que lembrou um jogo específico para alertar:

– São duas situações mais delicadas: pegar clube que está brigando pela liderança e outra com clube que quer deixar a zona de rebaixamento. A pressão é muito grande nas duas ocasiões. Não será mais fácil para nós. Isso nem passa na nossa cabeça. Ano passado mesmo, tivemos o exemplo do Atlético-GO no fim do Brasileiro, aqui (Nilton Santos), e perdemos. Então temos que entrar firmes.

Lindoso referiu-se ao jogo contra o Atlético-GO de novembro de 2017. Na ocasião, o Dragão venceu por 2 a 1, até com gol de Luiz Fernando (hoje no Glorioso), e deixou os cariocas distantes do G4. Muitas vaias foram ouvidas.

Agora, o Botafogo de Lindoso terá a missão de engatar mais um triunfo no Brasileiro, no qual, hoje, ocupa a 12ª posição, com 12 pontos somados. Uma vitória, como salientado pelo volante alvinegro, pode deixar o time de Alberto Valentim muito próximo do G6.

Fonte: Terra