Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

X

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

X

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Livro da verdadeira origem do chororô, do Flamengo, é lançado em grande estilo

0 comentários

Compartilhe

O livro “Jogo do Senta – A verdadeira origem do chororô” foi lançado nesta terça-feira (09/09), no foyer do Salão Nobre de General Severiano. O autor, o jornalista Paulo Cezar Guimarães, mais conhecido como PC Guimarães, foi prestigiado por diversas personalidades, tanto botafoguenses como o ex-goleiro Adalberto, quanto flamenguistas como Cid Benjamin e Maurício Menezes. Estima-se que pelo menos 200 cópias do livro tenham sido vendidas e que mais de 300 pessoas passaram pela sede do Botafogo.

Confira a cobertura da TV do FOGÃO!

O livro fala sobre um jogo histórico, ocorrido no simpático estádio de General Severiano, em 10 de Setembro de 1944, entre Botafogo e Flamengo. Os rubro-negros já estavam perdendo de goleada quando levaram o 5º gol. Em protesto, os jogadores do Flamengo sentaram no campo alegando que a bola não havia entrado. A estratégia também era pressionar o árbitro Aristides “Mossoró” Figueira para que ele anulasse o gol. Os flamenguistas não obtiveram sucesso, e o jogo entrou para a história, encerrando em 5X2 para a festa dos alvinegros.

Na época, a torcida botafoguense além de cantar “Senta pra não perder de mais”, cantava também outra música famosa daquele tempo, entoada, no evento, pelo Benemérito Francisco Camões de Menezes, que esteve presente no jogo: “Botafogo grande campeão/ Botafogo de tradição/ Botafogo sensacional/ Botafogo no esporte, é carnaval”.

O autor do livro falou um pouco sobre como se sentia por estar lançando o livro no local onde ocorreu esse jogo tão emblemático:

– É uma satisfação imensa, até porque eu virei botafoguense aqui. Meu tio me trouxe para ver um jogo aqui, no antigo estádio General Severiano, eu era criança, não tinha ainda time definido praticamente, e virei botafoguense nesse estádio. Voltar ao meu clube, ao clube do meu coração, para lançar um livro sobre uma história linda, uma história fantástica, isso pra mim não tem preço, é uma coisa maravilhosa – contou PC Guimarães.

O editor do “Jogo do Senta”, Cesar Oliveira, também botafoguense, desde os 5 anos de idade, já editou outros livros relacionados ao universo do futebol. Livros sobre Garrincha e Quarentinha, por exemplo, foram editados por ele. Segundo Cesar, foi essencial fazer o lançamento na casa dos alvinegros por ser um lugar tão cheio de história.

O Vice-Presidente Social e de Comunicação do Botafogo, Carlos Thiago Cesario Alvim, também esteve presente no lançamento do livro. E brincou, afirmando que PC Guimarães é membro honorário da Academia Alvinegra de Letras.

Outra presença ilustre foi José Ferreira Bahiense, mais conhecido como Zeca Bahiense, filho de Geninho – o autor do 5º e mais polêmico gol da partida.

Confira galeria especial de fotos do lançamento!

Comentários