Numa rodada com poucas partidas em que os dois times ainda se interessavam por algo neste fim de Campeonato Brasileiro, Coritiba e Botafogo se enfrentaram com muito interesse na vitória em partida no Couto Pereira neste domingo, pela 37ª rodada, e foi o time da casa quem levou a melhor, ao vencer por 2 a 1 e deixar a zona de rebaixamento. A equipe alvinegra, por outro lado, viu a vaga na Libertadores ficar muito mais difícil. O comentarista do SporTV André Loffredo viu o Botafogo sem “vibração”, apesar de precisar muito da vitória, enquanto o Coritiba contou com a qualidade de Alex e Deivid para vencer.

– Botafogo e Coritiba fizeram um jogo decisivo no Couto Pereira, um empate pouco importava para as duas equipes. O time da casa acabou levando a melhor na qualidade técnica e na experiência de Alex e Deivid para vencer. No primeiro gol, Alex colocou a bola na cabeça de Deivid e Jefferson acabou falando – analisou Loffredo.

Coritiba (Foto: Site oficial do Coritiba/Divulgação)
Coritiba depende apenas de si para escapar da degola (Foto: Site oficial do Coritiba/Divulgação)

O primeiro gol do jogo, citado pelo comentarista do Canal Campeão, saiu aos 38 minutos do primeiro tempo, deixando o Coritiba na vantagem. E quando o Botafogo buscava o empate, foi o time paranaense quem marcou novamente. Aos 23 minutos, Deivid retribuiu e Alex mandou para o gol. Oswaldo de Oliveira ainda fez mudanças colocando Lodeiro, Henrique e Bruno Mendes em campo, este último ainda chegou a diminuir aos 38 minutos, mas ficou nisso.

– O Botafogo ficou nervoso e, na segunda etapa, sofreu mais um gol, desta vez Deivid serviu Alex. Oswaldo fez algumas mudanças, colocou o time do Botafogo mais para frente, deixou o time mais ofensivo, mas faltou vibração. Ainda sim o Botafogo conseguiu diminuir, mas foi pouco, e ficou numa situação muito difícil, e o Coritiba precisa apenas de uma vitória na última partida para se livrar do rebaixamento – concluiu Loffredo.

Com os três pontos somados, o Coritiba chegou aos 45 pontos e, com o empate do Fluminense no sábado, acabou subindo uma posição e hoje é o 16° colocado, fora da zona de rebaixamento e dependendo apenas de si no próximo domingo, diante do São Paulo, em Itu, para escapar da degola.

Já o Botafogo passa a depender de uma grande combinação. Em quinto lugar com 58 pontos, o time carioca precisa vencer o Criciúma no Rio de Janeiro e torcer que o Goiás não vença o Santos no Serra Dourada. Depois disso, ainda precisaria torcer para que a Ponte Preta perca a decisão da Sul-Americana diante do Lanús, para que o G-4 não vira G-3.

Fonte: Sportv.com