Virtualmente rebaixado para a segunda divisão, o Botafogo vendeu novamente seu mando de campo e jogará contra o Atlético-MG, em Brasília. A medida tem sido uma constante na vida do time neste Campeonato Brasileiro: o Alvinegro jogou em seis estádios diferentes, sendo metade dos duelos jogados fora da cidade do Rio de Janeiro.

O estádio que mais recebeu jogos do Botafogo foi o Maracanã, o que ocorreu em nove oportunidades. Mané Garrincha, em Brasília, e Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, aparecem na segunda colocação com três partidas cada. Outros dois foram levados para a Arena Amazonas. O Alvinegro ainda mandou duelos no Moacyrzão e São Januário.

O Flamengo até jogou também em seis estádios diferentes, mas a situação foi completamente diferente da do Botafogo. Sem poder utilizar o Maracanã antes da Copa do Mundo, o Rubro-negro vendeu os seus jogos, o que voltou a fazer nessa reta final do Brasileiro após garantir sua permanência na elite do futebol brasileiro com antecedência. Os cariocas jogaram no Maracanã (em 13 oportunidades, contra 11 do Alviengro), Mané Garrincha, Moacyrzão, Morumbi, Castelão e na Arena Amazonas.

Nem mesmo o Atlético-PR, que não pôde jogar os cinco primeiros jogos do Brasileiro em seu estádio, a Arena da Baixada, por conta de uma punição devido à barbárie de Joinville, ocorrida na última rodada da competição de 2013. Neste período, os paranaenses atuaram no Orlando Scarpelli, Mané Garrincha, Willie Davids e João Havelange antes de voltar para sua casa.

O Botafogo tem se valido dessa prática com um único objetivo: lucrar com a bilheteria e, com esse dinheiro, pagar parte dos salários atrasados de jogadores e comissão técnica. O treinador do Alvinegro, Vagner Mancini, explica a situação, mas fica em cima do muro ao comentar se o fato de ter atuado muito fora do Rio de Janeiro pode ter influenciado ainda mais os maus resultados do time na temporada.

“Sinceramente não sei dizer o que pesou mais. Acredito que tenha sido a falta de pagamento, originou muita coisa que tivemos que consertar. A falta de dinheiro nos fez perder vários atletas. O peso disso daí fez que houvesse um desgaste muito grande ao longo desse tempo. Mas não me sinto confortável em dizer que jogar fora do Rio nos fez ter mais problemas. Foram vários problemas, cada um com um peso”, disse o treinador.

O Botafogo volta a campo somente no domingo, mas já poderá ser rebaixado no sábado. Isso porque o Alvinegro precisa de uma derrota do Palmeiras diante do Internacional, em Porto Alegre, e de um revés do Vitória para o Flamengo, em Manaus, para permanecer com chances. Aí sim o time de General Severiano terá que fazer sua parte e vencer o Santos, na Vila Belmiro, para não ser rebaixado na 37ª rodada do Brasileiro.

Fonte: UOL