Ousadia e personalidade de Dória não surpreendem Jefferson

Compartilhe:

Depois da classificação nos pênaltis do Botafogo sobre o Figueirense, quarta-feira, em Florianópolis, o técnico Oswaldo de Oliveira revelou que Dória não seria um dos batedores, mas um pedido do jogador o fez mudar de ideia. E ele foi o quinto da lista, como desejava. O zagueiro foi eficiente e marcou o gol em um chute de categoria. Para o capitão Jefferson, a personalidade do companheiro, de 18 anos, não é novidade.

O goleiro disse que Dória nem parece ser tão jovem, tamanha maturidade que mostra no dia a dia e dentro de campo. Apesar disso, Jefferson pediu cautela para que o zagueiro possa ter tranquilidade para evoluir.

– O Dória é diferenciado, tem personalidade, e conseguiu uma maturidade muito rápida. Impressiona muita gente. Tem 18 anos mas perfil de atleta de 30. Não me surpreende ele estar entre os cinco batedores. Mas temos que ir devagar, ainda é um garoto, apesar da personalidade e confiança. Certamente vai chegar bem longe.

Doria botafogo e figueirense (Foto: Anderson Pinheiro / Agência estado)
Dória, de 18 anos, durante a partida contra o Figueirense (Foto: Anderson Pinheiro / Agência estado)

Moradores de Niterói, Dória e Jefferson muitas vezes vão para o treino juntos. Chance para o goleiro conhecer melhor o jovem e ver que ele tem uma cabeça boa.

– Eu adotei ele. Desde que ele subiu, vem de carona comigo para os treinos e ficamos conversando. Ele tem uma cabeça boa, é difícil ver isso na idade dele. Está sempre concentrado e já chegou onde muitos experientes não conseguiram chegar, como a seleção brasileira, mas sem perder os pés no chão.

Recentemente, Dória foi escolhido para ser o capitão da seleção brasileira sub-20 nas vitoriosas campanhas no Torneio de Toulon, na França, e na Valais Cup, na Suíça.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários