Peregrino desde março, Bota vai ao Maracanã recuperar fiéis

Compartilhe:

Maracanã, templo no qual Garrincha virou Anjo (de Pernas Tortas), é santuário de ídolos alvinegros. Neste domingo, o Botafogo volta a jogar na eterna casa querida e termina o período de peregrinação sem atuar em um estádio que pode chamar de seu. Longe do Maraca e do Engenhão, o Glorioso viveu período de penitência, perdeu fiéis na arquibancada, mas o futuro promete ser de retomada desta fé.

O último duelo do Botafogo no Maracanã foi em 14 de julho de 2010, em derrota por 1 a 0 para o Flamengo. Depois, o Alvinegro mandou os compromissos no Engenhão até março deste ano, quando o estádio foi interditado por problemas na cobertura.

De lá para cá, o Glorioso teve 13 jogos movidos do Engenhão para outros estádios e os efeitos disso foram sentidos nas bilheterias. Somadas todas essas partidas, o número de pagantes é de 47.279, público que sequer lotaria o Maracanã.

Jogos importantes não faltaram no período sem o Engenhão, como a semifinal e a final da Taça Rio, porém, a torcida não resistiu à maratona de peregrinação pelos mais diversos estádios (Raulino de Oliveira, Moça Bonita, Arena Pernambuco e São Januário) e a média de pagantes deste tempo é de 3.637.

Em termos de resultados, a fase de peregrino foi excelente para o Botafogo: 13 jogos e 13 vitórias. Hoje, se vencer o Flamengo (e o Internacional empatar ou perder para o Náutico), o Glorioso será o líder do Brasileirão. Com time e torcida novamente em comunhão, o céu é o limite.

– Liderança é sinônimo de vitória. É um jogo importante e um triunfo representa a manutenção no topo – disse o técnico Oswaldo de Oliveira.

AS ‘CASAS’ DA PEREGRINAÇÃO ALVINEGRA

Raulino de Oliveira

O estádio em Volta Redonda chegou a ser considerado a nova casa do Glorioso. Foram nove jogos transferidos para o local, todos com vitória.

São Januário

Foi disputada apenas uma partida, contra o Náutico, na oitava rodada. Vitória por 2 a 0 e a conquista da liderança do Brasileirão.

Moça Bonita

Dois jogos, ambos com vitórias tranquilas. Contra Friburguense, 3 a 1, e Nova Iguaçu, 4 a 1, pelo Carioca.

Arena Pernambuco

Em busca de dinheiro, o Botafogo levou o clássico com o Fluminense para Pernambuco. Venceu por 1 a 0 (gol de Seedorf), mas teve um prejuízo de R$ 40 mil pelo público de 7.882 pagantes.



Fonte: Lancenet!
Comentários