Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Record vai pagar R$ 11 milhões pelo Carioca; Flamengo pede 60% do PPV e só 10% para Botafogo e Fluminense

97 comentários

Compartilhe

Campeonato Carioca 2021 na Ferj
Divulgação/Ferj

A divisão das cotas pelo televisionamento do Estadual do Rio voltou a separar o Flamengo dos outros onze clubes que disputarão a competição entre 27 de fevereiro e 26 de maio.

Os rubro-negros aceitam ratear com os três grandes os 60% do valor líquido pago pela transmissão em TV aberta – os 40% restantes ficarão com os chamados pequenos.

Mas se negam a dividir da mesma forma o valor apurado com vendas em pay-per-view (PPV).

Mais, até: sustentam que os chamados pequenos não devam ter participação nesta receita.

Na proposta encaminhada no último Arbitral, os representantes do clube defendem que o Flamengo deva ficar com 60% da arrecadação líquida no PPV, com 20% para o Vasco, 10% para o Fluminense e 10% para o Botafogo.

Lembrando que o dinheiro arrecado, tanto na venda dos direitos em TV aberta quanto no PPV, sofre redução.

A Federação (Ferj) fica com 10%, e a agência encarregada pela elaboração do plano comercial junto às empresas interessadas na transmissão dos 72 jogos leva 8% de comissionamento.

O bloco formado pelos outros três grandes reagiu contra e teve o apoio dos “excluídos”.

Representantes de Vasco, Fluminense e Botafogo, aliás, sugeriram que os chamados pequenos tivessem direito a 5% ou 10% do valor arrecado na venda ddo PPV das partidas em que estiverem envolvidos.

Mas o Flamengo foi contra.

Por ora, a forma encontrada então para resolver o impasse foi veicular o rateio à paixão do torcedor.

Assim, os assinantes do PPV terão de declarar o clube da preferência e o percentual das adesões de cada torcida determinará a participação do clube no rateio.

O martelo será batido no Arbitral de amanhã (quinta-feira), onde deverá ser ratificado um novo acordo de transmissão – agora com o Grupo Record.

Na segunda-feira, a emissora bateu a proposta do SBT, que oferecia R$ 10 milhões para a exibição dos jogos por TV aberta em contrato de dois anos.

Os concorrentes ofereceram R$ 11 milhões para 2021 e R$ 15 milhões para 2022.

A agência encarregada pela negociação estima arrecadar mais cerca de R$ 30 milhões em cotas de patrocínio e “naming rights” do Estadual, mais R$ 40 milhões em PPV – totalizando cerca de R$ 80 milhões.

No contrato anterior, os clubes recebiam R$ 120 milhões da TV Globo para transmissão em todas as plataformas.

Os grandes rateavam 60%, e os pequenos e a Ferj ficavam com os 40% restantes.

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online

Comentários