A imagem do goleiro Jefferson ajoelhado logo após o apito final da partida contra o Santos refletiu o sentimento dos jogadores do Botafogo com a derrota por 2 a 0 para o Santos neste domingo. O resultado confirmou o rebaixamento alvinegro para a Série B em 2015.

Um dos poucos a conseguir falar em meio ao drama, o lateral direito Régis resumiu bem o sentimento de todos no clube.

“Não posso dizer que merecemos cair, porque tivemos hombridade incrível diante das situações que passamos. Foram salários atrasados, dispensa de jogadores, lesões, mas nada disso é desculpa para os resultados em campo. A única coisa que nos resta é pedir desculpas ao torcedor e perdão ao torcedor. É um sentimento de vergonha pelo tamanho da instituição que representamos”, desabafou o lateral alvinegro.

Mais experiente, o zagueiro André Bahia tentou medir mais as palavras. O jogador reconheceu que a queda alvinegra vinha se desenhando há algum tempo e que a derrota para o Santos foi apenas o ponto final de uma campanha para ser esquecida.

“Tivemos mais uma chance hoje para vencer e não conseguimos jogar bem de novo, essa é a verdade. O Santos teve duas chances e foi feliz”, disse o zagueiro, procurando conter o tom de desabafo.

“Tudo que eu disser agora não vai mudar a situação e fazer com que a gente volte para a Série A. Empenho, luta e muito profissionalismo não faltaram. Realmente não tem muito o que falar. É triste o Botafogo cair mais uma vez este ano, mas a gente lutou e se empenhou sempre”.

O Botafogo, com a derrota para o Santos, continua com 33 pontos e não tem mais condições de escapar da queda mesmo com um jogo pela frente no Brasileirão. O time, na 19ª posição da tabela, encerra campanha no torneio em jogo contra o Atlético-MG, em Brasília.

Fonte: UOL