Réver crê que o Atlético-MG poderia conseguir uma vitória por um placar maior que o 1 a 0 obtido sobre o Botafogo, na partida de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Ele também critica Joel Carli pela expulsão no lance com o garoto Rafael Papagaio.

O capitão do Galo elogia a atuação do Galo e explica por que o time poderia alcançar um marcador superior ao conseguido no jogo da noite de ontem.

“Na verdade, é uma vitória muito importante, diante de uma grande equipe. A gente explorou bem os erros do Botafogo, sabíamos que a torcida iria jogar contra. Foi 1 a 0, mas poderíamos ter ampliado, ainda mais depois da expulsão do Carli. Agora é pensar no jogo de volta em casa, com apoio da nossa torcida. Que a gente enfrente o jogo olhos bem abertos para não levar para a prorrogação, tem tudo para ser um jogo bom, mas temos que ter cuidado para garantir a classificação”, disse em entrevista ao DAZN.

O defensor fala sobre a ausência de Joel Carli, um dos principais nomes da defesa botafoguense, no jogo da volta, e o critica pelo lance.

“Ele [Joel Carli] é um dos líderes, uma peça muito importante para a equipe deles. Não seria necessário o que ele fez. A gente sabe que futebol é assim, cada um está defendendo o seu ganha pão. Queríamos a vitória, acredito que encaminhamos a classificação, analisando agora de cabeça quente, mas a gente sabe que o jogo de lá é diferente e eles farão de tudo para classificar”, declarou.

Fonte: UOL e DAZN