São 130 jogos, 10 gols e a faixa de capitão cada vez mais frequente no braço. Autor do gol de empate do Botafogo contra o Sport, na última segunda-feira, Rodrigo Lindoso está mais que consolidado no Glorioso. Figura habitual no meio-campo da equipe de Alberto Valentim, é com ele que as jogadas começam. Também por isso ele é o dono do maior número de passes certos da equipe neste início de Campeonato Brasileiro: 91.

– Não me apego muito a números. Às vezes eu vou errar mais passes, faz parte da minha posição. Mas procuro dar sempre o máximo de qualidade na saída aos meus companheiros. Treino isso, valorizo. Procuro sempre minimizar o erro – explicou o camisa 5.

E a afirmação de Lindoso na equipe coincide com um período de maior concorrência no clube. Além dele, Bochecha e Matheus Fernandes estão à disposição para a contenção no meio-campo. Sem contar Marcelo, que era titular antes de se lesionar, o recém-contratado Jean e Dudu Cearense. Destes, o capitão é quem já atuou, com Valentim, de primeiro e de segundo volante.

No Alvinegro desde 2015, o tempo de consolidação é também na carreira. Em nenhum outro clube o meio-campista jogou tanto. Já esteve no Americano (MA), no Nacional (PR), Madureira, Fluminense, Marítimo (POR) e Criciúma. Foi herói no último jogo, mas acredita que os atacantes já vão lhe substituir na função de colocar a bola na rede rival.

– Tem um tempinho que eles não vêm fazendo, mas isso é mais falta de sorte, a bola não entrar e tudo mais. É uma fase que vai passar, porém é comum que outros jogadores, sem ser atacantes, façam gols. Temos que ajudar uns aos outros – entende.

Fonte: Terra