A declaração de Seedorf após a derrota deste domingo mostra o panorama do Botafogo no Campeonato Brasileiro. Em quinto lugar, o Glorioso terá de torcer contra Goiás e Atlético-PR no domingo, diante de Santos e Vasco respectivamente, para ter a chance de jogar a Libertadores em 2014:

– Vamos ver o que dá para fazer. Infelizmente dependemos deles para chegar ao nosso objetivo. É assim que as coisas vão acontecer.

Visivelmente abalados após a derrota por 2 a 1 diante do Coritiba, no Couto Pereira, os jogadores do Botafogo tiveram dificuldade para analisar o futuro do time na competição. Sem muitas palavras, Rafael Marques apenas deixou claro que terá de secar os outros adversários.

– Agora é ganhar e secar os caras. Me desculpe não ter muito o que falar, mas depois do jogo é difícil. Infelizmente o que nos resta é depender dos outros. É chato termos de depender disso para jogar a Libertadores. É complicado assimilar isso – afirmou o camisa 20, que teve o coro reforçado pelo jovem Gabriel:

– Ficou bem mais difícil, mas não é impossível para o nosso time. Temos de ver o que os outros times vão conseguir fazer e torcer contra eles, infelizmente. A verdade é que temos de ter a cabeça no lugar para não deixar mais um momento difícil nos complicar. É o que temos de ter em mente durante a semana para não deixarmos o ritmo cair.

Como não alcança mais Grêmio e nem Atlético-PR na tabela, mesmo que o Goiás não vença o Santos na última rodada e o Botafogo termine o Campeonato Brasileiro dentro do G4, ainda terá de secar a Ponte Preta, nas próximas duas quartas-feiras.

A Macaca pega o Lanús na final da Copa Sul-Americana e, se conquistar o título, rouba uma vaga da competição nacional. Desta maneira, o G4 viraria apenas G3.

Fonte: Lancenet!