O técnico Vagner Mancini ainda não definiu quem será o substituto de Emerson Sheik no jogo contra o Corinthians, no domingo, no Itaquerão. Além de suspenso, o atacante não poderá jogar devido a uma cláusula contratual que o impede de enfrentar o clube que detém seus direitos federativos. Daniel e Jorge Wagner são as as principais opções, mas Gabriel e Ferreyra também correm por fora.

“O treinador vai decidir. Quem jogar vai fazer um bom trabalho para ganharmos. Daniel e Ferreyra estão voltando e são muito importantes. Depende da maneira que o técnico vai colocar o time. Temos de descansar para o jogo e pensar em somar os três pontos”, afirmou, confiante, o atacante Zeballos.

No treino de ontem, no estádio do Juventus, na rua Javari, Mancini não deu pistas sobre a escalação. Ele dividiu o grupo em dois times e comandou um treino técnico utilizando apenas um quarto do campo. O lateral-direito Edilson foi um dos desfalques da atividade. Ele ainda sente algumas dores no joelho direito e faz tratamento intensivo. Mas como terá mais 24 horas para se recuperar, deverá jogar.

O meia Carlos Alberto está fora do jogo. Ele sofreu lesão na coxa-esquerda contra o Grêmio e só voltará a atuar após a Copa do Mundo. Mesmo assim, viajou ontem para São Paulo e se integrou à delegação. A boa notícia é que o volante Gabriel já cumpriu suspensão automática e estará à disposição de Mancini.

Resta saber se o técnico vai manter a formação do meio campo da equipe que derrotou o Palmeiras por 2 a 0. Uma vitória que deu mais confiança ao grupo e melhorou a posição do Botafogo na tabela — foi da zona de rebaixamento para o 12º lugar.

“A vitória nos deu mais confiança e motivação para enfrentar o Corinthians, foi essencial. Eles também venceram (o Cruzeiro) na última rodada e estão confiantes, ainda mais tendo o apoio da torcida. Sabemos da dificuldade, mas vamos com tudo”, avisou o zagueiro André Bahia.

Técnico espera por reforços depois da Copa do Mundo

A diretoria do Botafogo trabalha nos bastidores para reforçar a equipe durante a parada para a Copa do Mundo. Um trabalho que não tem sido fácil por causa dos constantes bloqueios judiciais que o clube tem sofrido por não estar em dia com a Fazenda Federal.

Apesar das dificuldades, o técnico Vagner Mancini não perde a esperança na chegada de reforços.“Muita coisa vai mudar e algumas peças podem chegar. Ainda é cedo para saber onde o Botafogo pode chegar no campeonato”, afirmou.

Nos bastidores alguns nomes são especulados como o do atacante Fernandinho, que deixou recentemente o Atlético-MG, Neto Berola, também do clube mineiro, além do atacante Kleber, do Grêmio

Fonte: O Dia Online