STJD, sobre Fla tentar ter Elias: ‘Agora é fácil questionar x ou y’

Compartilhe:

O Flamengo tentará na próxima quinta-feira, a partir das 12h, através do processo 156/2013 do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) anular a suspensão automática do volante Elias na Copa do Brasil para tê-lo à disposição na partida diante do Botafogo, dia 25, válida pela ida das quartas de final da competição.

Isto acontece porque o Flamengo questiona o regulamento da Copa do Brasil. O clube alega que quem participou das primeiras fases da competição acabou sendo prejudicado diante das equipes que entraram a partir das oitavas de final. Sendo assim, o Rubro-Negro quer que os cartões amarelos recebidos nas fases iniciais sejam anulados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). No caso do Elias, ele recebeu um cartão amarelo contra o Campinense e outros dois diante do Cruzeiro – já pelas oitavas e estes continuariam válidos.

A CBF está confiante para que o pedido do Flamengo não seja deferido. Já o procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, questiona o fato do Flamengo ter entrado com um mandado de segurança apenas agora, meses após o início da Copa do Brasil. De acordo com ele, o clube tinha que questionar esta situação antes do início da competição.

– Agora é fácil questionar x ou y. O correto seria o clube ter questionado esta situação quando o regulamento da competição foi publicado, antes do início da primeira fase – afirmou o procurador.

Além deste caso, o volante Elias é o personagem principal em outra polêmica no STJD. O jogador admitiu ter forçado o terceiro cartão amarelo no jogo diante do Santos, na última quinta-feira, pelo Campeonato Brasileiro, desrespeitando assim o artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) que diz ser “proibido assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva”. Elias pode pegar gancho de até seis partidas. O STJD acredita ter uma definição quanto ao julgamento deste segundo caso até o fim desta semana.



Fonte: Lancenet!
Comentários