Na entrevista coletiva após o rebaixamento decretado à segunda divisão, Vagner Mancini preferiu não polemizar, falando apenas o que já era esperado. De acordo com o treinador, o Glorioso não caiu para a Série B com a derrota por 2 a 0 para o Santos, na Vila Belmiro, mas ao longo do ano, quando muitos erros, em diferentes aspectos do clube, puderam ser observados.

“O Botafogo não foi rebaixado hoje, teve uma série de problemas ao longo do ano, e temos que ser francos. Hoje acabou se confirmando aquilo que muita gente esperava, e que nós estávamos lutando para reverter. Sabíamos que seria difícil, mas em nenhum momento a equipe do Botafogo jogou a toalha antes de a queda ser confirmada”, analisou o treinador alvinegro.

Antes de pensar em esquemas táticos ou mudanças no padrão de jogo da equipe, Vagner Mancini precisou trabalhar o lado psicológico do grupo neste Campeonato Brasileiro. O treinador precisava motivar os seus jogadores, que, em função da grave situação financeira vivida pela equipe de General Severiano, tiveram dificuldades para receber o salário em dia.

“Acabei tendo um desgaste muito maior em função de ter que agir em outras partes do clube, mas faria novamente. Neste momento, você não pode deixar os atletas em situação ainda mais difícil. Sempre que isso ocorre, a tua queda fica mais perto. Embora a gente tenha lutado, o Botafogo sempre esteve perto da zona de rebaixamento”, completou o comandante.

Fonte: Yahoo!