Botafogo estava sem vencer a três jogos no Campeonato Brasileiro. No entanto, não era possível dizer que a equipe estava tendo atuações ruins. A vitória contra o Vasco, neste sábado, em São Januário, deu fim a sequência negativa e tratou de valorizar as recentes atuações da equipe. O técnico Alberto Valentim foi um dos que lembrou das boas apresentações do alvinegro e lembrou da dificuldade de atuar dentro do estádio do rival.

– Tivemos menos posse, mas jogar aqui é muito difícil. Estão todos de parabéns. Poucas partidas nós não tivemos equilíbrio. Contra o São Paulo tivemos posse. Dá mais tranquilidade para jogar. Estamos ganhando mais jogadores. É muito importante para a nossa classificação. Conseguimos nos aproximar do grupo lá de cima – disse o treinador.

O Botafogo teve pela frente um Vasco rodeado pela crise dentro e fora de campo. Antes mesmo da bola rolar, o volante Wellington foi vaiado. Após o gol alvinegro, com apenas três minutos, o lateral Fabrício virou alvo. Valentim deixou de lado o lado psicológico, afirmou que a vitória passou pelos pés da preparação e citou a organização como identidade do clube.

– Nossa preparação para esse jogo precisa ser repetida mais vezes. A gente teve um campeonato onde virou identidade do Botafogo essa pegada, essa organização. Tivemos algumas partidas onde oscilamos um pouco, não conseguimos ser brilhantes e a pegada não estava sendo forte. Nossa preparação para o jogo foi antes da primeira vaia para o Fabrício – afirmou.

Com a vitória, o Alvinegro se afastou da zona de rebaixamento e passou a olhar para a parte de cima da tabela. Para Valentim, além da importante vitória no clássico contra o Vasco, um dos maiores triunfos da partida foi o retorno em alto nível de jogadores para seu elenco. Com mais peças, melhor será a preparação, segundo o treinador.

– Um clássico, um adversário que precisava vencer de qualquer jeito. Ganhamos jogadores como Jean, Aguirre… Moisés voltando a ganhar ritmo. Estão todos de parabéns. Valencia foi bem também.

Fonte: Terra