Contratado por empréstimo já com a temporada em andamento, Rodrigo Aguirre demorou para estar apto fisicamente, mas já estreou, há seis rodadas. No entanto, o uruguaio ainda não jogou 90 minutos pelo Botafogo, mesmo tendo iniciado os dois últimos jogos como titular – em ambos, atuou aberto pela ponta direita, sem muito brilho.

Em entrevista coletiva concedida na última sexta-feira, Alberto Valentim falou sobre o atacante de 23 anos, que pertence à Udinese, e salientou a forma física ainda longe do ideal do atleta. Contudo, a sua evolução foi enaltecida.

– Aguirre taticamente tem procurado fazer tudo que a gente pede, muito comprometido. Ainda vejo Aguirre buscando a melhor forma. 100% fisicamente ele ainda não está, mas isso é só jogando. “Tanto de 9 quanto de beirada, ele está muito bem e em crescimento. Tanto de 9 quanto de beirada, ele está muito bem e em crescimento – falou Valentim, que completou afirmando que a parada para a Copa do Mundo será muito benéfica para o gringo:

– (A parada) Vai servir muito, porque vai ter esse descanso após a sequência e ele não teve a oportunidade de fazer a pré-temporada com a gente. E depois todos vão começar do zero. E ele vai fazer toda a parte de preparação.

Até aqui, Aguirre soma seis partidas (260 minutos) pelo Botafogo, sendo duas como titular. Tem buscado finalizar bastante de fora da área, chegou perto contra Vitória e Ceará, porém ainda não balançou as redes.

A próxima oportunidade para Aguirre, que tem atuado ao lado de Kieza no ataque, ser decisivo será contra o Bahia, neste domingo, na Arena Fonte Nova, em duelo válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Terra