GIGANTE!!! ROUBADO E COM UM A MENOS, BOTAFOGO VENCE O INTER NO BEIRA-RIO COM VIRADA HISTÓRICA

327 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

GIGANTE!!! ROUBADO E COM UM A MENOS, BOTAFOGO VENCE O INTER NO BEIRA-RIO COM VIRADA HISTÓRICA
Vitor Silva/Botafogo

O BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS É GIGANTE! Mesmo roubado pela arbitragem e jogando com um a menos praticamente o jogo todo, o Botafogo conseguiu uma virada histórica e derrotou o Internacional – que estava invicto há 16 jogos – de virada por 3 a 2, com direito a gol aos 55 minutos do segundo tempo e pancadaria no fim. O resultado fez o Fogão saltar na tabela e subir para a sétima posição no Campeonato Brasileiro, com 18 pontos.

Se não bastassem os 13 desfalques, o Botafogo ainda começou o jogo sendo assaltado. O árbitro Savio Pereira Sampaio, após um chamado inexplicável do VAR Rafael Traci, assinalou pênalti inexistente para o Inter, marcando toque de mão de Philipe Sampaio – a bola bateu no peito. Para piorar, ainda expulsou o zagueiro. Edenilson foi para a cobrança e fez 1 a 0.

A lambança da arbitragem, além de causar prejuízo técnico, afetou também o psicológico do Botafogo, que também perdeu o técnico Luís Castro, expulso por reclamação. Minutos depois – num lance que iniciou num tiro de meta marcado erroneamente -, o Internacional ainda fez 2 a 0, com Bustos chutando cruzado no alto.

Apesar de toda essa situação, o Botafogo mostrou muita valentia e tentou correr atrás do prejuízo. Aos 19 minutos, Saravia ganhou uma dividida na entrada da área e Vinícius Lopes aproveitou para fazer 2 a 1. O mesmo Vinícius poderia ter empatado aos 31 minutos, mas o goleiro Daniel salvou após bobeada de Mercado.

Com superioridade numérica, o Inter continuou controlando a posse e teve a chance de fazer o terceiro aos 37, quando Gatito Fernández impediu que a rede balançasse em chutes de Edenilson e Deivid. Mas o Botafogo poderia ter ido para o intervalo com empate: após cobrança de falta, Carli raspou e Vinícius Lopes, no segundo pau, totalmente livre e de frente para o gol, escorou para fora.

O Internacional chegou a fazer o terceiro aos 10 minutos do segundo tempo, mas Alemão dominou com o braço e o lance foi invalidado. O Botafogo seguiu muito valente e conseguiu o empate que parecia improvável. Aos 13, após escanteio da direita, a zaga afastou mal, Carli cabeceou para o segundo pau e Erison completou também de cabeça: 2 a 2.

Com muita raça, o Botafogo seguiu vivo e teve a chance de virar aos 18 minutos: Kayque roubou no meio, enfiou para Erison, mas o centroavante acabou perdendo a chance, parando no goleiro Daniel. Depois, aos 33 minutos, o mesmo El Toro balançou as redes, novamente de cabeça, mas estava em posição de impedimento.

No fim, o Internacional aumentou a pressão e aí brilhou a estrela de Gatito novamente. Primeiro, aos 34 minutos, ao evitar, com a perna esquerda, o gol de Pedro Henrique. Dois minutos depois, Alemão finalizou de primeira e o goleiro paraguaio espalmou, com a bola ainda batendo no travessão. E, já nos acréscimos, Mercado cabeceou para as redes, mas o gol foi invalidado pelo VAR.

Só que, aos 55, saiu o gol da virada do Fogão! Matheus Nascimento enfiou, Kayque pegou a sobra na raça, deu um toque antes do goleiro e Hugo aproveitou para estufar as redes. O jogo terminou depois dos 60 minutos, com direito a pancadaria. O Internacional não soube perder, mas teve que engolir! AQUI É BOTAFOGO!!!!!!!!

Próximos jogos do Botafogo

O Botafogo volta a campo apenas no próximo domingo para fazer o clássico contra o Fluminense, às 16h, no Estádio Nilton Santos. Depois, é a vez de encarar a Copa do Brasil, visitando o América-MG, dia 30, às 19h, na Arena Independência, no primeiro jogo das oitavas de final.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 3 BOTAFOGO

Estádio: Beira-Rio
Data-Hora: 19/06/2022 – 18h
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (Fifa/DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Junior (DF)
VAR: Rafael Traci (SC)
Renda e público: R$ 1.218.667,00 / 21.878 pagantes / 26.219 presentes
Cartões amarelos: Kaique Rocha, Moisés, Maurício, Mercado e Taison (INT); Carli, Kayque, Hugo, Gatito Fernández, Patrick de Paula e Lucas Piazon (BOT)
Cartões vermelhos: Mercado 59’/2ºT, David 62’/2ºT e Matheus Cadorini 62’/2ºT (INT); Philipe Sampaio 7’/1ºT, Luís Castro 10’/1ºT e Lucas Piazon 62’/2ºT (BOT)
Gols: Edenilson 8’/1ºT (1-0), Bustos 11’/1ºT (2-0), Vinícius Lopes 19’/1ºT (2-1), Erison 13’/2ºT (2-2) e Hugo 55’/2ºT (2-3)

INTERNACIONAL: Daniel; Bustos (Matheus Cadorini 37’/2ºT), Vitão, Mercado e Moisés (Pedro Henrique 18’/2ºT); Gabriel, Edenilson, De Pena e Alan Patrick (Taison – Intervalo); Wanderson (Alemão 48’/1ºT) e David (Maurício 18’/2ºT) – Técnico: Mano Menezes.

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Philipe Sampaio, Carli e Klaus; Saravia, Kayque, Patrick de Paula, Lucas Piazon e Hugo; Vinícius Lopes (Daniel Borges 42’/2ºT) e Erison (Matheus Nascimento 46’/2ºT) – Técnico: Luís Castro.

VÍDEO | Gols e melhores momentos:

Classificação do Campeonato Brasileiro:

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas