Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Justiça atualiza: por ida para o Flamengo, Willian Arão deve pagar ‘só’ R$ 4,8 milhões ao Botafogo

81 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Willian Arão, ex-Botafogo, foi decisivo em eliminação do Flamengo na Libertadores
Reprodução

O Botafogo tinha expectativa de receber entre R$ 7 milhões e R$ 8 milhões de Willian Arão pela conturbada saída para o Flamengo no fim de 2015. Porém, o valor será bem menor. De acordo com o “Canal do Mandy”, a Justiça homologou os cálculos da defesa do volante e atualizou a dívida, em março, para “apenas” R$ 4,8 milhões.

Por acordo com seu ex-técnico Oswaldo de Oliveira, que tem a receber cerca de R$ 800 mil do clube e vai retirar o valor dessa ação judicial envolvendo Willian Arão, o Botafogo levará no fim das contas apenas R$ 4 milhões.

A Justiça abriu a possibilidade de execução da dívida por parte do Botafogo ou acordo com o volante Willian Arão. O clube deverá escolher a opção que considerar melhor, lembrando que a execução não é certeza de pagamento, por depender de verba disponível do jogador ou penhora de bens.

Willian Arão deixou o Botafogo no fim de 2015 para o Flamengo, descumprindo contrato que previa renovação automática mediante pagamento de R$ 400 mil. Em outubro de 2019, a Justiça condenou o volante a ressarcir o clube alvinegro em cerca de R$ 4 milhões.

Mochilas, bolsas e carteiras da coleção FogãoNET da Estilo Piti

Veja o vídeo:

Fonte: Redação FogãoNET e Canal do Matheus Mandy

Notícias relacionadas
Comentários