As contas do Botafogo para escapar do rebaixamento após a importante vitória sobre o Corinthians estão muito claras: faltam quatro pontos e o Paraná. Este é o caminho para os 45 pontos tão almejados pelo Glorioso, embora, pela dificuldade da turma de baixo de pontuar, a tendência é que a degola seja evitada até mesmo com 42 ou 43 pontos. Mas não é muito bom facilitar as coisas.

Além de dar um alívio para a pontuação, o triunfo sobre o Corinthians trouxe um novo ânimo para o clássico contra o Flamengo. É o momento de tentar tirar proveito do fato de o rival estar assimilando o golpe de ver o título escapar pelas narinas e tentar buscar importantes pontos. Os outros dois jogos em casa também são importantes neste quesito. O Internacional costuma criar problemas no Niltão, mas está longe de ser imbatível. E ainda tem o Paraná Clube. Mas neste caso, com todo respeito aos paranistas, a vitória não se discute. Qualquer outro resultado não merece que ninguém perca tempo com as contas.

Botafogo tem possibilidades de pontos fora de casa

Fora de casa a tarefa é ingrata como de costume, mas não impossível também. Primeiro vem a Chapecoense, que antes de cruzar o caminho do Glorioso visita o Santos no Pacaembu. Se perder, vai encarar o Alvinegro em situação desesperadora e isso pode encurtar o caminho para a vitória botafoguense. A grande pedreira é o Santos na Vila Belmiro e brigando por Libertadores. Na última rodada, é bom não precisar dela, porém, é um jogo com o Atlético-MG em Minas Gerais. Se o Galo não melhorar vai se distanciar da zona de Libertadores e isso pode facilitar a vida botafoguense.

Matemárica à parte, é hora de comemorar os três pontos, a volta triunfal de Gatito Fernández e a presença de um time que se não é brilhante, pelo menos se entrega. Que venha a reta final.

Ah, e antes que eu me esqueça, amanhã vamos falar de Roger? Brincalhão!!!!

LEIA TAMBÉM:
CEP ou Mufarrej? deixo a escolha para depois
Vamos falar de arbitragem?
O preço da indefinição: Botafogo já compromete 2019
Botafogo pode precisar repetir 2012