Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Botafogo tem momento propício para troca de técnico. Tem que aproveitar tabela

78 comentários

Blog do Mansell

Blog do Mansell

Compartilhe

Botafogo tem momento propício para troca de técnico. Tem que aproveitar tabela
Arquivo pessoal

Não vou entrar no mérito da questão se o Botafogo deve ou não demitir o técnico Marcelo Chamusca. A diretoria alvinegra está pensando no assunto desde o empate por 3 a 3 com o Cruzeiro. Não quer tomar nenhuma decisão de cabeça quente. Mas a torcida, já de cabeça fria, segue pressionando pela saída. Entretanto, independentemente do que se acha, se for para trocar, que faça agora. O momento é propício.

O Botafogo já disputou dez jogos, sendo seis como visitante. O próximo será fora, contra o Brusque. Passado o duelo contra o time catarinense, restarão 27 jogos ao Botafogo. Desses, serão 16 no Rio de Janeiro, incluindo os clássicos com o Vasco. Ou seja, um novo treinador assumirá com o time já tendo feito mais de 1/3 dos jogos como visitante.

Além disso, após a próxima semana, quando pega o Goiás na terça-feira e o Confiança no sábado, o Botafogo terá duas semanas cheias para poder treinar e assimilar as orientações do novo comandante. Caso a troca seja o desejo da diretoria.

Botafogo ainda tem cartuchos no mercado

Jogo contra o Cruzeiro foi apenas o quarto em casa do Botafogo (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Outro fator que favorece a troca é que o Botafogo ainda tem poucos cartuchos para queimar no mercado, como a busca de um zagueiro. Assim, se for para trocar, que faça dando tempo para o novo treinador pelo menos escolher os últimos reforços.

O empate contra o Cruzeiro tirou os cem por cento de aproveitamento do Botafogo em casa. Talvez este seja o último trunfo que segurava Marcelo Chamusca. Mas independentemente disso, se realmente quiser fazer a troca, o momento é esse.

Notícias relacionadas
Comentários