Em busca de um centroavante desde a saída de Rodrigo Aguirre para LDU, o Botafogo estuda opções no mercado para reforçar o setor ofensivo. O Boletim do C.E apurou que, depois de cogitar Rafael Moura e analisar a situação de Maxwell, destaque do Resende, a diretoria alvinegra tem novo alvo: Diego Souza, de 33 anos, do São Paulo.

Diego Souza tem contrato até dezembro deste ano com o Tricolor Paulista, que não descarta negociá-lo para aliviar a folha salarial após a eliminação precoce na Libertadores para o Talleres. Na partida deste domingo, pelo Paulistão, o jogador ficou no banco de reservas no empate em 0 a 0 com o Red Bull Brasil.

Quem estava no páreo por Diego Souza até a última semana era o Sport, mas o clube pernambucano não chegou a um acordo financeiro com dirigentes são-paulinos, abrindo assim a possibilidade do Botafogo de dar o primeiro passo pelo camisa 9.

Gustavo Noronha e Anderson Barros, lideranças do departamento de futebol do Fogão, estudam formas de viabilizar a chegada do reforço. Uma dívida de R$ 3,2 milhões com o São Paulo, pela contratação de Henrique Almeida em 2013, poderia ser um entrave, mas o Alvinegro ofereceu recentemente 30% de suas bilheterias para sanar a questão. Em dezembro do ano passado, o mesmo débito atrapalhou a negociação pelo atacante colombiano Tréllez, cedido por empréstimo para o Internacional.

O atacante Diego Souza é representado por Eduardo Uram, mesmo agente do meio-campista Cícero, anunciado no início de fevereiro como o mais novo jogador do elenco do técnico Ricardo. Segundo fontes consultadas pela coluna do FogãoNET, o nome do atleta, artilheiro do São Paulo na temporada 2018 com 16 gols, é bem aceito em General Severiano e a pedida salarial não seria um empecilho.

Veja abaixo os números de Diego Souza nos últimos anos:

2019 – São Paulo – 1 gol
2018 –
São Paulo – 16 gols
2017 – Sport – 21 gols
2016 – Fluminense e Sport – 19 gols
2015 – Sport – 17 gols

Vote na enquete abaixo:

Fonte: FogãoNET