Durcesio faz agradecimento a seis ‘grandes botafoguenses’ que o ajudaram nos primeiros oito meses de gestão do Botafogo

29 comentários

Boletim do C.E.

Boletim do C.E.

Compartilhe

Durcesio faz agradecimento a seis ‘grandes botafoguenses’ que o ajudaram nos primeiros oito meses de gestão do Botafogo

O presidente Durcesio Mello utilizou sua página no Instagram na manhã desta terça-feira (14/9) para fazer um agradecimento especial a seis botafoguenses que o auxiliaram nos primeiros oito meses de gestão do Botafogo (ASSISTA AO VÍDEO ACIMA ⏯️)

Segundo Durcesio, os alvinegros citados fizeram um “trabalho maravilhoso” nos bastidores do clube e estão fora dos “holofotes” de General Severiano.

– Galera alvinegra, nestes oito primeiros meses da minha gestão, além de todo o estafe do Botafogo, pessoas que tem trabalhado muito com muita dedicação e competência, tem algumas pessoas por fora do palco que estão me ajudando muito que eu gostaria de agradecer pessoalmente cada uma deles agora: São elas, André Chame, Anderson Simões, Fred Bastos, João Pedro Figueira, Gilson Ramos e Marquinhos Furtado. Essas pessoas têm feito um trabalho maravilhoso, uns já ajudaram, outros continuam ajudando. A maioria eu acho que vai ajudar sempre, como grandes botafoguenses que são. Meu beijo no coração para todos eles. Tem mais gente que na hora certa que vou dizer mais. Esses são os primeiros que vieram à cabeça – agradeceu o presidente.

Banner de produtos com frete grátis na loja do FogãoNET: carteira, bolsa de academia e máscaras

Alguns nomes são conhecidos no Botafogo

André Chame é advogado do clube e esteve acompanhando desde o início todo o processo de formatação da Botafogo S/A. Anderson Simões ocupou vice-presidências do clube (administrativo e estádios) por muitos anos, nas gestões de Maurício Assumpção, Carlos Eduardo Pereira, Nelson Mufarrej.

Frederico Bastos participou do grupo de transição antes do início do mandato de Durcesio à frente das áreas de marketing e comercial. Também advogado, João Pedro Figueira já foi deputado estadual pelo DEM-RJ e cogitado a ser candidato à presidência do Botafogo após a gestão de Bebeto de Freitas (2003-2008). Os dois últimos estiveram na primeira quinzena de agosto em Brasília na visita ao presidente Jair Bolsonaro para agradecer ao “apoio incondicional” do governo ao marco legal do clube-empresa.

Notícias relacionadas