Fogãonet no Equador

Carlos Eduardo Sangenetto*
Enviado especial a Guayaquil (EQU)

“Ele tem a raça do Balotelli com a ginga do Neymar, vai, Sassá, vai Sassá!”. Autor do gol que garantiu o pontinho na bagagem no Equador, no empate contra o Barcelona de Guayaquil, o atacante do Botafogo conquista cada vez mais a torcida alvinegra. Mas o que ele não sabe ainda é que acaba de ganhar pequenos fãs às margens do Pacífico.

Após empate no Monumental Isidro Romero Carbo, que recebeu 50 mil torcedores, três pequenos equatorianos, todos barcelonistas, abordaram botafoguenses na porta de um bar no bairro de Odessa para falar sobre a partida. Italo, Eric e Miguel, que tinham entre 7 e 11 anos de idade, além de muito curiosos e animados, começaram a reproduzir algumas cenas do duelo pela Libertadores.

Torcedores do Barcelona com a bandeira do BotafogoItalo, Eric e Miguel se renderam ao Botafogo em Guayaquil (Foto: Carlos Eduardo Sangenetto/FOGÃONET)

O que chamou a atenção de todos foi o entusiasmo com que os meninos, muito atentos, imitaram, à primeira vista, a maneira de Sassá bater o pênalti e comemorar o gol. A sarrada no ar ou “Sassarrada”, para os mais íntimos, por falta de referência local, foi confundida com a marca registrada de Cristiano Ronaldo.

– E o gol do Botafogo? Foi assim. Ele parava aqui e corria desse jeito para cobrar o pênalti. E na hora de festejar fez como Cristiano – exclamou um dos meninos para arrancar risadas dos torcedores do Fogão. (ASSISTA AO VÍDEO!)

Torcedores do Barcelona de Guayaquil fazem a comemoração de gol de Sassá: sassarradaSassá lançou moda no Equador: criançada já treina a sassarada na Libertadores
(Fotos: Carlos Eduardo Sangenetto/Reprodução/SporTV)

E não parou por aí. Quando perguntados pelo FOGÃONET se todos ainda eram torcedores do Barcelona, Eric, corajoso, virou para câmera e disse:

– Eu sou Botafogo!

Eric tomou uns bons cascudos.

Torcedores do Barcelona conversam com torcedores do Botafogo em GuayaquilEric se declarou ao Fogão e amigos não perdoaram
(Foto: Carlos Eduardo Sangenetto/FOGÃONET)

Saudações alvinegras!

* Colaborou Guilherme Bernardes