Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Série B

20/06/21 às 16:00 - Aflitos

Escudo Náutico
NAU

X

Escudo Botafogo
BOT

Série B

17/06/21 às 19:00 - Do Café

Escudo Londrina
LON

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT
Ler a crônica

Série B

13/06/21 às 16:00 - Raulino de Oliveira

Escudo Botafogo
BOT

3

X

0

Escudo Remo
REM
Ler a crônica

Botafogo deve quase R$ 1,6 milhão ao Corinthians; dívida seria perdoada na venda de Marcinho

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Marcinho em Botafogo x Ceará | Campeonato Brasileiro 2019
Vítor Silva/Botafogo

Na negociação que envolve a venda do lateral-direito Marcinho ao Corinthians, o Botafogo pode ter perdoada pelo clube paulista uma dívida de quase R$ 1,6 milhão. O valor foi revelado pelo jornalista Matheus Mandy, no Twitter.

No último balanço financeiro do Corinthians, os valores foram revelados: R$ 1,595 milhão, referentes aos atletas Jean (volante, que atuou pelo Botafogo emprestado em 2018 e 2019), Yago (volante, também emprestado, em 2018) e Moisés (lateral-esquerdo, mesma situação de Yago).

A informação de que o Botafogo teria dívidas passadas perdoadas pela diretoria do Corinthians ao ceder Marcinho foram reveladas pelo jornal O Dia. Na negociação, o Glorioso manteria ainda 50% dos direitos econômicos do jogador.

Marcinho perto de poder assinar pré-contrato

O contrato de Marcinho com o Botafogo termina em dezembro, e a partir de julho poderia assinar pré-contrato com outro clube e sair de graça. Com os moldes do negócio sendo debatidos com o Corinthians, o Glorioso pelo menos manteria parte dos direitos econômicos.

Botafogo e Corinthians ainda não discutiram ‘números’

O site Globoesporte.com escreve que outros clubes do Brasil e do exterior fizeram sondagens por Marcinho, mas a única proposta que chegou até agora ao Botafogo foi a do Corinthians. Vice-presidente comercial e de marketing do Fogão, Ricardo Rotenberg disse que “não existem números ainda” na negociação com o Alvinegro paulista.

Fonte: Redação FogãoNET e Twitter do jornalista Matheus Mendy

Notícias relacionadas
Comentários