Emprestado pelo Corinthians, Moisés ganhou a vaga de titular no Botafogo após ir bem no título do Campeonato Carioca com o técnico Alberto Valentim. Depois de alguns meses de bom futebol, o lateral-esquerdo caiu de produção e passou a ser questionado pela torcida. A diretoria já está decidida a não tentar a renovação do atleta para a próxima temporada. Entende que o desgaste ficou muito grande, principalmente após falha cometida no gol contra o Bahia e o pênalti desperdiçado na eliminação da Sul-Americana.

O jogador foi o sexto batedor da equipe carioca na disputa de penalidades da última quarta-feira (3). Após o goleiro Douglas defender sua cobrança, Moisés viu o Bahia se classificar justamente na penalidade seguinte, o que o tornou o vilão botafoguense no sonho de conquistar o torneio sul-americano. Este é o segundo empréstimo do lateral desde que fechou contrato com o Corinthians em 2016. Moisés chegou a se destacar na Série B jogando pelo Bahia, voltou ao Corinthians na temporada 2017, mas perdeu espaço para Guilherme Arana.

Preterido na disputa com Juninho Capixaba e Guilherme Romão no início deste ano, ele acabou emprestado ao Botafogo. Curiosamente, os dois rivais de posição também saíram do Corinthians. Hoje, o time de Jair Ventura conta em seu elenco com o titular Danilo Avelar e o jovem lateral Carlos, que veio da base, para a posição.

Fonte: UOL