A nova diretoria do Botafogo não conseguiu quitar até sexta-feira os R$ 4 milhões da terceira parcela do Refis, programa de refinanciamento das dívidas. No entanto, dirigentes se reuniram com o Procurador Geral da Fazenda Nacional e conseguiram uma tolerância de 30 dias, tendo agora até o dia 30 de dezembro para depositar o valor. As informações são do Globoesporte.com.

Além disso, a diretoria alvinegra descobriu uma nova dívida. No último dia 14, o Botafogo recebeu o aviso do vencimento de três parcelas da Timemania, no valor de R$ 400 mil cada aproximadamente. Assim, o clube precisa quitar cerca de R$ 1,2 milhão até o dia 11 de dezembro, sob pena dos problemas aumentarem.

Fonte: Globoesporte.com