Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

X

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

A 17 rodadas do fim, Botafogo aumenta seu risco de rebaixamento para 22%

0 comentários

Compartilhe

Ainda faltam 17 rodadas para o fim do Brasileiro, mas os resultados do final de semana desenharam um quadro que dificilmente será mudado. Ainda favorito disparado, o Cruzeiro tem apenas o São Paulo, para quem perdeu no Morumbi, como concorrente concreto ao título.

Segundo cálculos do matemático Tristão Garcia, há uma semana o time mineiro aparecia com 81% de chances de ser campeão, chegou aos 83% após a vitória sobre o Bahia por 2 a 1 e caiu para 76% com o tropeço para o Tricolor Paulista. Já o time de Muricy Ramalho pulou, em uma semana, de 8% para 17%.

— O São Paulo fez o dever de casa, e o Cruzeiro não pontuou pela primeira vez nas últimas seis em que jogou fora. O São Paulo firmou-se como perseguidor do Cruzeiro e será assim até o final — analisa Tristão Garcia.

Na frieza dos números, o maior ganho do São Paulo foi dar um grande passo para ficar com uma das vagas na Libertadores do ano que vem (91% de chances). Se os paulistas lucraram, quem mais saiu perdendo foi o Botafogo. A derrota para o Internacional, a terceira seguida, fez o Alvinegro saltar de 9% para 22% no risco de queda. Situação agravada com a vitória do Criciúma, que chegou aos 21 pontos, apenas um atrás dos cariocas na classificação.

— O Botafogo enfrenta dois concorrentes diretos nessa luta contra o rebaixamento (Bahia, em casa, e Criciúma, fora). Vencer em casa é obrigação. E não perder fora é importantíssimo também. Seria o cenário ideal.

A vitória sobre o Corinthians fez o Flamengo voltar ao panorama da semana passada, com risco de 5% de queda. Pelo bom desempenho sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, o matemático acredita que o Rubro-Negro poderia sonhar com a Libertadores, mas entende a cautela do técnico ao falar do assunto.

— Ele não quer criar uma expectativa de vaga, que é possível, mas difícil. É um pensamento correto.

 

 

Comentários