Alberto Valentim foi o responsável pela derrota do Botafogo para o América em Belo Horizonte. Time mal escalado, excessivamente defensivo, sem força ofensiva e acomodado.

Criatividade zero.

O resultado foi justo.

O Botafogo em nenhum momento assustou o adversário. O goleiro João Ricrado quase não trabalhou. O Botafogo não incomodou e perdeu uma grande oportunidade de colar no pelotão da frente.

A discussão entre Brener e Luiz Fernando foi ridícula.

As alterações não surtiram efeito algum. E nem poderiam. Kieza está fora de posição isolado na esquerda.

O que Moisés, voltando de lesão, poderia mudar?

Difícil entender a cabeça do técnico. Contra times que vão brigar pelo título como Palmeiras e Grêmio, o Botafogo usa 2 volantes e quando encara alguns candidatos ao rebaixamento, joga com 3.

A conta dessa vez é toda de Valentim que viveu seu dia de Felipe Tigrão.

Fonte: Blog do Bruno Voloch - Gazeta Esportiva