Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Botafogo encara o Internacional e aposta no ídolo e goleiro Jefferson no Sul

0 comentários

Compartilhe

Os desfalques ainda são muitos, mas um retorno faz o Botafogo se encher de confiança para encarar o Internacional, neste domingo, às 16h, no Beira-Rio. Jefferson, a grande referência e maior ídolo da torcida, está de volta após ser efetivado como novo goleiro titular da Seleção. Uma injeção de ânimo na busca pelo afastamento da zona de rebaixamento após duas derrotas consecutivas.

“O retorno dele é excelente. Está com uma maturidade muito grande, é o goleiro da seleção brasileira. Ele nos dá uma segurança muito grande quando está jogando. Ele é visto por todos como um mito dentro do Botafogo. Isso não significa que não confiamos nos outros goleiros, mas o Jefferson está em outro patamar”, disse o técnico Vagner Mancini.

Os números também comprovam a importância do capitão para o Alvinegro. Nas três partidas sem ele, o time ganhou uma e perdeu duas, sofrendo um total de oito gols. Além da segurança debaixo da trave, Jefferson agrega valor ao Botafogo com sua liderança, principalmente numa partida dura contra o Inter, em Porto Alegre. Em má fase e com o técnico Abel Braga balançando, o time gaúcho vai buscar o ataque a qualquer custo e o goleiro alvinegro deve ser muito exigido.

Sem Sheik, Airton, Bolatti, Junior Cesar e com risco de também não contar com Edilson, a intenção de Mancini é aproveitar a afobação do adversário para surpreender nos contra-ataques. Rogério está de volta e será o responsável por dar velocidade à equipe.

“O Inter não atravessa um bom momento, mas pode se recuperar. Temos de tentar neutralizar os pontos fortes deles. O time vai estar pressionado, e talvez a gente consiga tirar proveito disso. O que não quer dizer que a nossa tarefa será fácil”, afirmou Mancini.

Comentários